PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Cruzeiro não tem autorização para funcionar como alojamento para a base

Cruzeiro/Divulgação
Imagem: Cruzeiro/Divulgação

Enrico Bruno

Do UOL, em Belo Horizonte

13/02/2019 15h42

O Cruzeiro não tem o alvará de funcionamento nem vistoria dos bombeiros que o permitiria servir de alojamento para jogadores das categorias de base. Atualmente, garotos a partir dos 14 anos que não residem em Belo Horizonte e região moram em estudam na Toca da Raposa I, antigo CT do time principal até a temporada de 2002.

Nesta quarta-feira, a TV Globo Minas exibiu uma reportagem sobre a situação dos centros de treinamentos dos três maiores clubes de Belo Horizonte. Do trio, apenas o Atlético-MG apresentou os documentos necessários para o funcionamento dos seus alojamentos nas categorias de base. Cruzeiro e América-MG estão em situações irregulares.

Na última terça-feira, a reportagem do UOL conversou com a diretoria da base do Cruzeiro, que alegou estar em dia com todos os laudos para o funcionamento dos alojamentos no CT. Contudo, a Prefeitura de Belo Horizonte confirmou à reportagem que a instituição não tem essas autorizações.

"A Prefeitura de Belo Horizonte esclarece que não localizou em seus sistemas o Alvará de Localização e Funcionamento da Toca 1. Uma ação fiscal está programada para o local e o Corpo de Bombeiros será convidado para a vistoria conjunta", informou a Prefeitura, em nota oficial. Essa vistoria foi feita na manhã desta quarta-feira. Na parte da tarde, uma nova nota foi divulgada informando que o clube foi notificado, embora a vistoria dos bombeiros não tenha apontado nenhum risco iminente à segurança no local:

"A Prefeitura de Belo Horizonte esclarece que notificou o Clube do Cruzeiro para regularizar a situação para a obtenção dos alvarás de funcionamento da Toca 1 e da Toca 2. Além disso, a vistoria realizada pelo Corpo de Bombeiros não constatou risco iminente".

Na Toca da Raposa I, cerca de 70 garotos estão alojados no CT. O Cruzeiro informou que irá se pronunciar em breve sobre o caso. Já o América-MG concentra cerca de 60 garotos nas dependências no CT Lanna Drummond, e também não apresenta o alvará de funcionamento da Prefeitura de Contagem nem a vistoria do Corpo de Bombeiros. A diretoria do Coelho informou que está empenhada em atender todas as medidas necessárias para garantir a segurança de seus atletas e colaboradores.

Futebol