PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Primo de zagueiro do Vasco, Pablo Henrique morreu na tragédia no Flamengo

Felipe Pereira

Do UOL, em São Paulo

08/02/2019 14h33

O zagueiro Pablo Henrique da Silva, 14 anos, é uma das vítimas do incêndio que atingiu o centro de treinamento do Flamengo nesta sexta-feira (8) matando 10 pessoas. Ele é de Oliveira (MG) e a cidade toda está desolada por causa da morte do garoto. O atleta é bastante conhecido na região por ser primo do zagueiro Werley, que joga no Vasco.

Pela manhã, muitas pessoas foram a casa em que os pais dele moram para prestar solidariedade. Oliveira é uma cidade de 43 mil habitantes onde todos se conhecem. As pessoas se dirigem ao pai do jogador pelo apelido, Leitão do bairro Aparecida. A comoção foi tão grande que a Câmara de Vereadores emitiu uma nota de pesar.

"Solidária à dor da família e amigos, a Câmara Municipal vem manifestar sua consternação pela partida precoce do jogador Pablo Henrique da Silva" diz um trecho da nota.

Até o momento, não houve anúncio oficial de autoridades do Rio de Janeiro a respeito da identidade das 10 vítimas, mas sabe-se que morreram Christian Esmerio Candido (15 anos), Vitor Isaías (15 anos), Jorge Eduardo, 15 anos, Pablo Henrique da Silva (15 anos), Bernardo Pisetta (14 anos) e Arthur Vinicius (14 anos), Athila Paixão (14 anos), Gedson Santos (14 anos) e Rykelmo Vianna (16 anos).. 

Pablo Henrique ajuda asilo e APAE

Pablo Henrique começou no futebol jogando em um clube amador de Oliveira chamado Dom Bosco. Na sequência, foi para as categorias de base do Social, time do interior mineiro. A oportunidade para um clube grande apareceu aos 12 anos, quando o zagueiro se transferiu para o Atlético MG. Ele estava no Flamengo desde o ano passado. 

A cidade de Oliveira (MG) está em luto com a morte de Pablo Henrique - Rádio ZapNews - Rádio ZapNews
Imagem: Rádio ZapNews

A trajetória tornou o garoto famoso na cidade e sempre havia a comparação com o zagueiro Werley, que também passou pela base do Atlético MG e tem passagens por Grêmio, Santos, Coritiba e Figueirense.

Os dois sempre participavam de jogos beneficentes em Oliveira e numa ocasião Pablo Henrique levou vários companheiros de time quando estava na base do Atlético MG. A arrecadação ia para o asilo e a APAE de Oliveira, atraindo muita simpatia da população. O carinho era tão grande que a comoção foi manifestada nas redes sociais. 

A tragédia aconteceu na madrugada desta sexta-feira quando um incêndio tomou conta da ala mais antiga do Ninho do Urubu, centro de treinamento do Flamengo. Não houve tempo para todos fugirem e morreram 10 pessoas.

A suspeita é que o fogo começou a partir do curto-circuito em um ar-condicionado. Um garoto que conseguiu fugir gravou um vídeo levantando esta possibilidade e o mesmo foi dito por autoridades cariocas.
 

Futebol