PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Mourão e Bolsonaro lamentam incêndio em CT do Flamengo: "Triste"

Do UOL, em São Paulo

08/02/2019 09h39

Presidente em exercício, Hamilton Mourão se pronunciou após o incêndio no CT do Flamengo, que aconteceu na manhã desta sexta-feira (8), no Rio de Janeiro. Internado em São Paulo, o Presidente Jair Messias Bolsonaro também lamentou a tragédia ocorrida com a agremiação carioca.

"Nesta manhã, tomamos conhecimento da triste tragédia ocorrida no Centro de Treinamento do Flamengo, vitimando jovens vidas que iniciavam sua caminhada rumo à realização de seus sonhos profissionais. Consternado, o Presidente da República se solidariza com a dor dos familiares neste momento de luto", pronunciou a presidência em nota oficial.

"Profundamente triste nesta manhã com a tragédia no CT do Flamengo. Como torcedor e esportista solidarizo-me com as famílias, o Clube e a Nação Rubro-Negra. Deus conforte a todos. Toque de silêncio", afirmou Hamilton Mourão.

Leia também:

Ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves também se manifestou: "Acionei a Secretaria da Criança e do Adolescente para que possamos agir de forma preventiva de modo a evitar novos incidentes como este que aconteceu no CT do Flamengo. Tomaremos todas as providências para que as famílias desses jovens não fiquem sem assistência", escreveu em seu Twitter. 

O incêndio atingiu a ala mais velha do CT, que servia de alojamento para as categorias de base e recebia jogadores de 14 a 17 anos de idade. As vítimas estavam dormindo no momento do incêndio, o que teria contribuído para a tragédia. Os bombeiros foram acionados às 5h17 e os feridos foram levados para o hospital Lourenço Jorge, na Barra da Tijuca. O Corpo de Bombeiros confirmou a morte de 10 pessoas e três feridos. 

Local do incêndio no CT do Flamengo - Reprodução/Google - Reprodução/Google
Local atingido pelo incêndio (em vermelho) ficava logo após a entrada do CT (abaixo), à esquerda. Campos utilizados pelos jogadores ficavam em outra área do local (acima)
Imagem: Reprodução/Google

Futebol