Topo

Futebol


Brasil empata com o Equador e está fora do Pan-Americano de Lima

Rodrygo, durante partida entre Brasil e Equador - Divulgação/Conmebol
Rodrygo, durante partida entre Brasil e Equador Imagem: Divulgação/Conmebol

Do UOL, em São Paulo

07/02/2019 22h44

A seleção brasileira voltou a tropeçar no Sul-Americano sub-20, no Chile. Nesta quinta-feira (7), o Brasil não saiu do 0 a 0 com o Equador e praticamente deu adeus ao sonho de se classificar ao Mundial da categoria. Além disso, está fora do Pan-Americano de Lima, no Peru.

Leia também:

Brasil reage, mas perde do Uruguai com gol no fim no Sul-Americano sub-20
Brasil volta a empatar sem gols com a Colômbia em estreia no hexagonal
Rodrygo é expulso, Brasil perde da Venezuela e se complica no Sul-Americano

Com o resultado, a equipe comandada por Carlos Amadeu soma apenas dois pontos em quatro jogos no hexagonal final do torneio e ocupa a última colocação - o Equador é o terceiro com sete pontos. Para se classificar, o Brasil precisa vencer na última rodada e torcer por derrotas de Venezuela e Colômbia, para Equador e Uruguai, respectivamente. Caso os colombianos empatem, a seleção brasileira terá de ganhar da Argentina por três gols de diferença. Se venezuelanos empatarem, o Brasil ultrapassa o rival com vitória simples.

Os quatro primeiros colocados vão ao Mundial da categoria, e a Argentina, que bateu o Uruguai mais cedo, já está classificada com nove pontos. Fora isso, os três primeiros se garantem no Pan de 2019. A seleção brasileira não tem mais chances de alcançar o Uruguai, terceiro colocado com sete pontos, e está fora da competição.

Antes de pegar o Equador, o Brasil estreou no hexagonal com empate sem gols contra a Colômbia e depois sofreu duas derrotas, contra Venezuela e Uruguai. A equipe brasileira se despede no próximo domingo, quando encara a Argentina.

No duelo desta quinta, os brasileiros começaram criando perigo, mas pouco depois o Equador quase abriu o placar com Campana, que tentou de voleio.

Os equatorianos até chegaram a marcar, mas a arbitragem assinalou impedimento. Ainda na primeira etapa, Rodrygo desperdiçou boa chance de frente para o gol. Na reta final, Phelipe também fez boa defesa após cabeçada de Alvarado e salvou o Brasil.

No início do segundo tempo, as chances de gol diminuíram para os dois lados. Mais tarde, a seleção equatoriana teve mais um gol anulado por impedimento, enquanto o Brasil teve a posse de bola, mas chegou pouco ao gol. Aos 35, Plata ainda subiu sozinho após cobrança de escanteio e cabeceou no travessão de Phelipe.

Mais Futebol