PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Palmeiras renova com Bruno Henrique até 2023 e afasta interesse chinês

Capitão do time, Bruno Henrique acertou sua permanência no Palmeiras - Fabio Menotti/Ag. Palmeiras/Divulgação
Capitão do time, Bruno Henrique acertou sua permanência no Palmeiras Imagem: Fabio Menotti/Ag. Palmeiras/Divulgação

Danilo Lavieri

Do UOL, em São Paulo

01/02/2019 17h10

O Palmeiras acertou nesta sexta-feira (1) a renovação do contrato do volante Bruno Henrique até 2023. O jogador despertava interesse do Tianjin Teda, da China, que estava disposto a pagar a multa rescisória de 6 milhões de euros (cerca de R$ 25 milhões) para levá-lo.

Com a permanência de Bruno Henrique, o Palmeiras consegue novamente segurar uma peça importante do elenco mediante uma valorização salarial, como já havia acontecido com Dudu. A multa, que era baixa a pedido do próprio jogador, também foi aumentada.

A proposta da China chegou a ser considerada irrecusável pelo estafe de Bruno Henrique. O jogador ganharia em torno de R$ 1,7 milhão por mês, livres de impostos. Mas o Palmeiras se manteve otimista pelo fico e conversou com os representantes do atleta ao longo de toda a semana, até chegar a um acordo.

As bases para a permanência do capitão foram acertadas em reunião na noite da última quinta (31) entre a diretoria alviverde e os empresários do jogador. As últimas divergências foram solucionadas em um novo encontro nesta sexta.

A renovação também garante que Bruno Henrique esteja disponível para o clássico deste sábado (2), contra o Corinthians, pela quinta rodada do Campeonato Paulista. O Palmeiras não relacionaria o jogador se ele não acertasse sua permanência nesta sexta.

Relembre o gol de Bruno Henrique contra o Vitória

Gols UOL Esporte

Futebol