PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Ronaldo se incomoda com "novela" e não topa ida para o Santos

Ronaldo e seus agentes se irritaram com a diretoria do Santos - Divulgação/Flamengo
Ronaldo e seus agentes se irritaram com a diretoria do Santos Imagem: Divulgação/Flamengo

Eder Traskini

Do UOL, em Santos (SP)

31/01/2019 20h06

O Santos ganharia como contrapartida o reforço do volante Ronaldo pela negociação de Bruno Henrique com o Flamengo. Entretanto, a longa negociação para a transferência ao litoral paulista irritou o estafe do jogador revelado na Gávea, que desistiu da negociação.

O clube de Vila Belmiro tratava o assunto com cautela e não se mostrava incomodado com a demora para finalizar o negócio, o que irritou o atleta e seus agentes, incomodados com a "novela".

Enquanto Ronaldo e seus agentes ainda dialogavam com a diretoria, Bruno Henrique já estreou com a camisa rubro-negra e anotou dois gols em clássico com o Botafogo.

"Restam detalhes. É preciso fazer primeiro um contrato de transferência por empréstimo, com o Flamengo (este já certo), e outro para a opção de compra, para que haja acerto no fim do vínculo. Assim, por exemplo, o Dodô teria ficado conosco", disse José Carlos Peres na zona mista do Pacaembu, no último domingo.

Siga o UOL Esporte no

Pelo acordo com Bruno Henrique, o Santos receberia Ronaldo por empréstimo de ano e ainda teria o preço de compra fixado em R$ 12 milhões. O Santos tentava a redução da pedida salarial e irritou os empresários do meio-campista revelado pelo Flamengo.

"Ronaldo tem futuro, se apresentou bem e tem um salário que é pequeno no Flamengo, mas ele achou que viria ao Santos para ganhar um dos maiores salários do clube. Não está descartada a negociação, mas ou ele abaixa os valores ou o Flamengo oferece outro jogador. Precisamos defender o Santos", justificou Peres.

O UOL Esporte procurou na última terça-feira André Cury, empresário de Ronaldo, que negou qualquer exagero no pedido do jogador. O agente afirmou que os vencimentos seriam de R$ 80 mil durante o ano de empréstimo e alcançariam a casa dos R$ 120 mil, caso o Santos decidisse ficar com o atleta.

Siga o UOL Esporte no

Futebol