PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Elias admite chateação com imbróglio no Atlético-MG: "falta de respeito"

Elias se diz chateado com a situação no Atlético-MG - Bruno Cantini/Atlético-MG
Elias se diz chateado com a situação no Atlético-MG Imagem: Bruno Cantini/Atlético-MG

Do UOL, em Belo Horizonte

28/01/2019 04h00

A vida de Elias ainda é pauta no Atlético-MG. Depois de o pai Eliseu Trindade dizer que não há mais clima na Cidade do Galo, o próprio jogador se manifestou e amenizou a fala do representante. No entanto, reforçou que está triste pela forma como a diretoria conduz o negócio.

Após o empate em 1 a 1 com o Cruzeiro, na manhã do domingo (27), o meio-campista de 33 anos demonstrou chateação por ainda não ter o futuro definido no clube e falou sobre o pronunciamento do pai.

"De lado, eu não deixo [a situação extracampo]. Tenho muita personalidade. Acabei comentando isso com meu pai. Ele, como pai, mata e morre pelo seu filho. Ele viu que estou um pouco triste com a situação, mas não triste com o elenco. Estou trabalhando duro para estar bem e em alto nível. O futuro a Deus pertence, mas já falei que quero ficar aqui. O imbróglio me deixou chateado, por toda história no clube e pelo que passei", disse à Rádio 98fm.

Leia mais:

O estafe de Elias alega que tentou se reunir com o presidente Sérgio Sette Câmara em três oportunidades para entender os planos para o jogador. Ele não conseguiu se encontrar com o cartola em nenhuma delas. O diretor de futebol Marques e o advogado Lucas Ottoni se reuniram com o atleta nas ocasiões.

Na última reunião, na última segunda-feira (21), o pai de Elias foi a Belo Horizonte para tentar um acordo. No encontro, ele deu duas opções ao clube: renovar o contrato que se encerra no fim da temporada ou liberá-lo para assinar por três anos com o Internacional. Diante da resposta negativa da cúpula, se irritou com o fato e disse que não haveria mais clima para a manutenção do filho no plantel.

O Atlético, por sua vez, alega que ainda não renovou com Elias por não ser o momento oportuno. O clube diz que há interesse em mantê-lo e até em estender o compromisso. No entanto, ainda não manifestou o desejo para o atleta.

Presidente do Atlético-MG comenta situações de Elias e Luan

Band Sports

Em dezembro do ano passado, o presidente Sérgio Sette Câmara ofereceu Elias a diversos times do futebol brasileiro. Na ocasião, o Inter demonstrou interesse e tentou um acordo com os mineiros. A situação, no entanto, não caminhou para um desfecho positivo. O Atlético recuou e desistiu do acordo.

Rodrigo Caetano, diretor de futebol colorado, viajou a Belo Horizonte para se reunir com os dirigentes mineiros, mas não conseguiu acordo. Elias se diz feliz com o interesse de outros grandes clubes em seu futebol e promete se manter focado no time comandado por Levir Culpi.

"Graças a Deus, ainda desperto interesse em outros clubes, mas vou fazer meu melhor trabalho possível. Vou continuar trabalhando, só fico chateado com a falta de respeito com o profissional que sempre fui. O futuro a gente define depois", concluiu.

Futebol