PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Irmã de Emiliano Sala pede buscas: 'Por favor, não parem de procurar'

Do UOL, em São Paulo

24/01/2019 16h09

A irmã do atacante argentino Emiliano Sala, Romina, viajou a Cardiff (País de Gales) enquanto espera informações do jogador, desaparecido desde a noite da última segunda-feira (21). E diante do anúncio feito nesta quinta-feira (24) de que as autoridades da ilha de Guernsey, no Canal da Mancha, encerraram as buscas pelo avião onde estava o atleta e o piloto David Ibbotson, ela fez um pedido desesperado: que não desistam do resgate.

"Por favor, que o sigam procurando, que não parem", pediu Romina, entre lágrimas, em declarações veiculadas pela ESPN latino-americana. "Sei que estão vivos e que estão nos esperando", completou.

Leia também:

O pedido foi semelhante ao feito pelo pai do jogador, Horacio. De Santa Fé (Argentina), onde mora, ele acredita em um desfecho feliz para o desaparecimento do filho.

"Peço, por favor, que continuem buscando", disse, também à ESPN. "Diziam ontem que deixariam as buscas. Por favor, que sigam, que sigam. Algo precisa acontecer. Não é possível que algo desapareça assim."

No último final de semana, Emiliano Sala havia acertado sua transferência do Nantes (França) para o Cardiff City (clube galês que disputa o Campeonato Inglês). No entanto, o voo no qual viajava sumiu do radar na travessia do Canal da Mancha. Até esta quinta-feira, equipes de resgate vinham procurando sinais da aeronave na qual o argentino viajava.

A polícia de Guernsey acredita que as chances de sobrevivência dos dois desaparecidos "são extremamente remotas". "Os familiares mais próximos foram informados do desenvolvimento (do resgate). Nossos pensamentos estão com as famílias do piloto e do passageiro nestes momentos difíceis", disse David Barker, principal autoridade portuária de Guernsey, em comunicado.

Futebol