PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Conmebol planeja Recopa em 2 jogos e River punido só na Libertadores

Grêmio é o atual campeão da Recopa, ao bater o Independiente da Argentina - Ricardo Rímoli/AGIF
Grêmio é o atual campeão da Recopa, ao bater o Independiente da Argentina Imagem: Ricardo Rímoli/AGIF

Do UOL, em São Paulo

23/01/2019 18h37

O presidente da Conmebol, Alejandro Dominguez, afirmou em entrevista à Rádio Monumental de Assunção, Paraguai, que a disputa da Recopa Sul-Americana entre Athletico e River Plate deverá ocorrer mesmo em duas partidas, a serem disputadas possivelmente após a fase de grupos da Copa Libertadores. Na entrevista, concedida no dia 19, o dirigente garantiu dois jogos, ao contrário do que ocorrerá com as decisões da Libertadores e da Copa Sul-Americana a partir desse ano.

"A ideia é que as datas da Recopa sejam depois da fase de grupos, e para essa data seguramente o River já terá cumprido a sanção. A final será em ida e volta", disse o cartola. O indicativo interessa a dois clubes brasileiros: o Athletico, envolvido na final contra o River pelo título da Recopa, e ao São Paulo, que poderá estar na fase de grupos com o River e atuaria com portões fechados na segunda rodada, caso avance nas fases preliminares. 

O Internacional, que está na fase de grupos da Libertadores e enfrentará o River, não pegaria jogo com portões fechados - os argentinos cumpririam contra o Alianza Lima, na quarta rodada, o segundo jogo da suspensão imposta após os incidentes antes da segunda partida da final da Libertadores contra o Boca, que acabou sendo transferida de Buenos Aires para Madri, na Espanha.

Por outro lado, o Athletico enfrentaria o River com direito a presença dos torcedores no Monumental de Nuñez no segundo jogo das finais. Por ser o campeão da Libertadores, o River terá o direito de encarar o Furacão, campeão da Sul-Americana, em casa na partida derradeira. Será a sétima decisão entre brasileiros e argentinos, com ampla vantagem canarinho: 5 a 1 em taças. Grêmio (2), Cruzeiro, Inter e Atlético-MG venceram os rivais vizinhos e apenas o São Paulo caiu diante ao Boca, em 2006.

As últimas partidas da fase de grupos da Libertadores serão em 9 de maio - data em que o Athletico encara o Boca Juniors em Buenos Aires. A Conmebol realiza a Copa América no Brasil entre 14 de junho e 7 de julho. O UOL Esporte procurou a Conmebol para repercutir as declarações, mas não obteve resposta.
 

Futebol