Topo

Futebol


Andrés diz que mais reforços chegarão ao Corinthians e vê disputa por Arana

Arthur Sandes

Do UOL, em São Paulo

22/01/2019 18h36

O presidente do Corinthians, Andrés Sanchez, disse na tarde desta terça-feira (22) que o clube irá anunciar novos reforços em breve. Em entrevista coletiva concedida no CT Joaquim Grava, o mandatário falou sobre as tentativas da diretoria no mercado da bola e prometeu uma surpresa caso haja sucesso na parceria com o BMG anunciada pouco antes.

"O torcedor pode ficar tranquilo: vão chegar mais jogadores, estamos trabalhando em cima disso. E quando tivermos 200 mil contas abertas junto ao BMG, teremos uma surpresa", disse.

Segundo Andrés, o lateral esquerdo Guilherme Arana é mesmo um dos alvos do Corinthians. Na avaliação do presidente alvinegro, o jogador do Sevilla, que foi revelado pelo clube alvinegro, jogará no time caso volte mesmo ao futebol brasileiro. O clube já fez uma proposta de 6 milhões de euros (cerca de R$ 25,7 mi na cotação atual) pelo atleta de 21 anos.

"Nós tentamos Arana por empréstimo, mas infelizmente apareceu times brasileiro e europeus para comprar, então reentramos na negociação por compra. A briga é grande, mas estamos brigando. O Arana, se vier ao Brasil, joga no Corinthians", disse Andrés, que se mostrou pessimista em relação à busca por Romarinho.

"É uma possibilidade. Está cansado, seis anos fora do país. Veio conversar com a gente, e nós tentamos umas coisas inacreditáveis. Se pegar, pegou; mas é praticamente impossível", ressaltou.

"Contratação boa, cara ou barata, é aquela que está certa. Se trouxermos um jogador excepcional que venha aqui e não chuta uma bola é ruim; se vem um desconhecido que vira craque, aí é uma baita contratação. Reforço bom é aquele que dá certo", completou.

Andrés comentou também a situação de Romero. De acordo com o presidente do Corinthians, o clube busca a renovação de contrato há um ano, sem sucesso. Ele chegou a fazer uma ironia sobre a situação e se mostrou novamente descrente em relação a um desfecho positivo. O atacante, por isso, está fora dos planos corintianos para 2019.

Mais Futebol