PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Por dívida com 1º clube de Richarlison, Flu não pode inscrever jogadores

Transferência de Richarlison rende problema judicial para o Flu - Paul Ellis/AFP
Transferência de Richarlison rende problema judicial para o Flu Imagem: Paul Ellis/AFP

Do UOL, no Rio de Janeiro

21/01/2019 16h29

Por conta de uma dívida com o Real Noroeste (ES), clube formador de Richarlison, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e a Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj) estão proibidas pela Justiça de registrarem jogadores do Fluminense. A informação foi veiculada inicialmente pelo "Globoesporte" e conformada pelo UOL Esporte.

A decisão do juiz Carlos Magno Telles, da Vara Única de Água Branca, fez com que  Marlon, Yony González, Mateus Gonçalves, Luiz Fernando, Caio Henrique e Nathan Ribeiro não pudessem atuar contra o Volta Redonda.

Os capixabas alegam que o Flu não repassou aos capixabas os 20% que o clube detinha dos direitos econômicos do jogador, que recentemente foi vendido para o Watford. Também por dívidas antigas, o Tricolor teve dificuldade para receber o dinheiro, visto que vive sob a ameaça de penhoras.

Pelo imbróglio envolvendo o jogador, o Tribunal de Justiça do Espírito Santo (TJ-ES) determinou a retenção de R$ 10.540.074,28 dos cofres do Fluminense.

Futebol