PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Do caos político à euforia por Ganso, Flu renova expectativas em um mês

Leo Burlá

Do UOL, no Rio de Janeiro

18/01/2019 04h00

Quem vê a mobilização da torcida do Fluminense pela iminente chegada de Paulo Henrique Ganso ao clube pode até não lembrar, mas há um mês o clube vivia mais um capítulo de uma recente guerra política que divide os tricolores.

No dia 20 de dezembro do ano passado, o impeachment do presidente Pedro Abad foi arquivado por falta de quórum. Ciente de que sua permanência no comando está insustentável, o mandatário agiu rapidamente e, horas depois da sessão do Conselho Deliberativo, afirmou que deixaria a cargo dos sócios a possibilidade de mudar o estatuto do clube.

Conforme prometido, Abad convocou para o próximo dia 26 a Assembleia Geral. Na ocasião, os sócios aptos votarão pela ampliação do mandato do futuro presidente, que completaria o período do atual dono do cargo e emendaria a um triênio completo.

A manobra de Abad reacendeu a fogueira de interesses nas Laranjeiras, já que a medida agrada a uns e desagrada a outros. O triunvirato liderado por Mário Bittencourt, Celso Barros e Ricardo Tenório apoiou a decisão presidencial. Já Pedro Antonio, outro virtual candidato, não achou medida salutar. 

A votação já está marcada para o próximo dia 26, mas não sem confusão. A sócia Leticia Tavares tentou na Justiça a anulação da assembleia. Ela alegou que a medida a impede de votar na eleição presidencial, que deve ocorrer até março, visto que ainda não teria os requisitos previstos no estatuto para exercer seu direito. A tentativa foi derrubada duas vezes judicialmente.

O horizonte do Flu clareou a partir de o momento que Paulo Henrique Ganso teve o seu nome vinculado ao do clube. Eufórica, boa parte da torcida aprovou o nome e promoveu uma enxurrada de comentários positivos nos perfis do meia e de sua esposa nas redes sociais.

Antes comedidos, os dirigentes tricolores já esfregam as mãos com o iminente acerto. A ideia é que o empréstimo por um ano ao Sevilla seja anunciado até a estreia tricolor no Campeonato Carioca. O time de Fernando Diniz encara no sábado o Volta Redonda, às 19h, no Maracanã.

Futebol