PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Boca gasta 'meio Arrascaeta' e anuncia 2º mais caro da janela sul-americana

Do UOL, em São Paulo

18/01/2019 16h38

O Boca Juniors anunciou a contratação do segundo jogador mais caro da atual janela de transferências sul-americana. Mesmo assim, o valor pago por Iván Marcone representa menos da metade do que o Flamengo pagou por Arrascaeta.

Leia mais:

Itair critica altas cifras do Flamengo por Arrascaeta: "Eu pagaria o Dudu"
Pelé se solidariza com Maradona: "Espero que se sinta melhor logo"
Novo diretor da AFA: 'Argentino tem técnica brasileira e caráter uruguaio'
 

O meio-campista argentino custou 8 milhões de dólares (cerca de R$ 30 milhões, segundo a cotação desta sexta-feira) ao clube xeneize, que o tirou do Cruz Azul, do México, e confirmou sua contratação. O atleta até já treinou com a camisa do Boca.

ivan marcone - divulgação/Boca Juniors - divulgação/Boca Juniors
Imagem: divulgação/Boca Juniors

Para efeitos de comparação, o acordo por Arrascaeta custou 15 milhões de euros (R$ 63,7 milhões), a maior negociação de todos os tempos do futebol brasileiro.

Ao contrário do reforço do Flamengo, porém, Iván Marcone está longe de ser a maior contratação da história do futebol argentino.

O posto ainda pertence a Juan Román Riquelme. Em 2007, o Boca pagou 14 milhões de dólares (atualmente, R$ 52 milhões) ao Villarreal para ter o ídolo. O segundo é Lucas Pratto, que trocou o São Paulo pelo River Plate por 11,5 milhões de euros (agora, quase R$ 50 milhões).

Aos 28 anos, Iván Marcone chega empolgado ao Boca Juniors. "Estou muito feliz por estar aqui. Era um objetivo chegar ao Boca, e estou muito esperançoso com este novo projeto. Chego em um bom momento, em uma idade justa", afirmou ao site do clube.

Veja como Arrascaeta treinou na primeira semana de Flamengo

UOL Esporte

Futebol