PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Manoel se diz "zerado da catapora" e muito motivado por ida ao Corinthians

Pedro Vale/Agif
Imagem: Pedro Vale/Agif

Do UOL, em São Paulo

15/01/2019 16h25

Manoel desembarcou no Aeroporto Internacional de Guarulhos nesta terça-feira (15) falando como novo reforço do Corinthians. O zagueiro precisa apenas fazer alguns exames e assinar seu contrato, mas já se diz motivado para defender o clube e totalmente curado da catapora que teve recentemente.

"É uma nova fase da minha vida, uma oportunidade que apareceu para mim. Fiquei muito feliz com o convite do Corinthians. É importante e eu estou muito feliz, motivado; não vejo a hora de poder treinar com os companheiros, vestir essa camisa que é muito pesada", disse Manoel, que revelou chegar "com fome" ao Parque São Jorge. "Há muito tempo não me sentia tão motivado assim, alegre", afirma.

O defensor pertence ao Cruzeiro e chega ao Corinthians por empréstimo de um ano. Ele já ouviu boas referências de Fábio Carille por meio de Renato Chaves, zagueiro do Al-Wehda que trabalhou recentemente com o treinador e é amigo de Manoel. "Ele disse que vou evoluir muito como profissional. Que [Carille] cobra bastante, treina muito", diz o reforço corintiano.

Manoel tem tudo para se tornar o oitavo contratado do Corinthians para o início de 2019. Antes dele, já foram anunciados o lateral Michel Macedo, o volante Richard e os meias Ramiro e Sornoza, além dos atacantes Gustavo Silva, André Luis e Mauro Boselli.

A expectativa é que ele passe por exames nesta quarta-feira (16) e, se tudo der certo, assine contrato na sequência. Manoel chega para disputar posição Henrique, Pedro Henrique, Léo Santos e Marllon, mas começa a pré-temporada atrasado em relação aos futuros companheiros. Manoel teve catapora recentemente e não pôde treinar nos últimos dias, de modo que deve demorar um pouco mais para chegar à forma física ideal neste início de ano.

"Estou bem já, mas fiquei uma semana parado, sem treinar. Creio que em uma semana consigo estar bem fisicamente", aposta o jogador, que deve receber "cuidados especiais" da comissão técnica do Corinthians. Apesar da situação, ele se dispõe a treinar o quanto antes. "Estou zerado da catapora, já posso treinar, sim."

Jogador nega pedido por auxílio-moradia

Ventilou-se nos últimos dias que o estafe de Manoel teria incluído um pedido por auxílio-moradia na negociação com o Corinthians, mas o zagueiro nega. "Nem vou comentar sobre isso, porque é mentira", resumiu, mudando de assunto logo. "Quando recebi o convite do Corinthians fiquei muito feliz. É um time de torcida grande, maravilhosa, então quero logo treinar e poder ajudar meus companheiros."

Futebol