PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Raio-x dos reforços: como foi o 2018 dos novos contratados pelo Corinthians

Reforço mais falado, Ramiro brilhou em 2018 com desarmes, bolas longas e cruzamentos - LUCAS UEBEL/GREMIO FBPA
Reforço mais falado, Ramiro brilhou em 2018 com desarmes, bolas longas e cruzamentos Imagem: LUCAS UEBEL/GREMIO FBPA

Arthur Sandes

Do UOL, em São Paulo

31/12/2018 04h00

Após passar apuros na reta final da temporada, o Corinthians usou as últimas semanas do ano para contratar reforços que tiveram destaque em 2018. São os casos de André Luis e Richard, por exemplo, enquanto Ramiro e Sornoza mantém uma crescente que já se apresentava no ano anterior. Na lista abaixo, o UOL Esporte detalha como foram os últimos 12 meses de cada um dos novos contratados pelo Alvinegro.

André Luis

Com 21 anos, o atacante viveu em 2018 o ano de explosão na carreira. Saiu do modesto Cianorte-PR para ser o dono da melhor pontaria da Série B do Campeonato Brasileiro na Ponte Preta: acertou 53,3% dos chutes que tentou. Além dos 11 gols marcados, André Luis foi também o mais caçado da Segundona ao sofrer 121 faltas - estas e as demais estatísticas são do Footstats

Ramiro

Voluntarioso, Ramiro reforçou em 2018 sua condição de coadjuvante de luxo do Grêmio. Foi campeão gaúcho - com gol em uma das finais - e teve números excelentes tanto no Brasileirão quanto na Libertadores. Ele foi o maior ladrão de bolas da equipe no torneio continental, com o segundo melhor aproveitamento na competição: em 11 jogos, foram 23 desarmes e só um errado. No campeonato nacional, foi o jogador que melhor lançou (62,9% de aproveitamento), o que mais acertou cruzamentos (38%) e foi preciso em nove de cada dez passes que tentou.

Richard

O volante viveu alta em 2018, tendo saído de um Estadual questionável para somar atuações sólidas no resto do ano. Responsável por dar qualidade à saída de bola do Fluminense, Richard esteve entre os três volantes que mais acertaram passes (1.573), lançamentos (62,2% de precisão), bloquearam chutes (12) e interceptaram bolas (19) no Campeonato Brasileiro, além de estar no Top 10 nos roubos de bola (82). Foram quatro gols na temporada, incluindo aquele que garantiu a permanência do Flu na Série A, na última rodada.

Sornoza

O meia ainda não foi anunciado pelo Corinthians devido a um detalhe burocrático, mas é reforço certo para o ano que vem. Em 2018 o equatoriano foi o jogador mais criativo do Brasil, mas as 134 assistências para finalização não lhe deram tanto destaque por má pontaria do Fluminense: só oito destes lances viraram gols. No Brasileirão, Sornoza errou poucos passes (90,9% de acerto) e arriscou bastante de fora da área (42).

Michel Macedo

O lateral defendeu o Las Palmas (ESP) no primeiro semestre, e as 12 partidas jogadas pelo Campeonato Espanhol no período incluíram marcação a Lionel Messi e Gareth Bale. Liberado em junho, o lateral de 28 anos ficou sem clube e assinou com o Corinthians em outubro. Nos últimos meses ele treinou com o elenco, mas não pôde entrar em campo por não estar inscrito nas competições.

Gustavo Mosquito

Atacante de lado de campo, ele não entrou em campo em 2018. Havia se destacado nas categorias de base do Coritiba até o ano passado, mas viveu litígio com o clube por tentar antecipar o final de seu contrato. Gustavo Mosquito perdeu a ação movida na Justiça e acabou condenado a pagar R$ 5 mil, sendo colocado "na geladeira" pelo clube paranaense. Após ter assinado pré-contrato com o Corinthians em maio, ele foi apresentado em outubro e desde então treinou com o elenco.

E Gustagol?

O centroavante não foi exatamente contratado, mas pode ser considerado um reforço. Emprestado ao Fortaleza, viveu o melhor ano de sua carreira e foi o artilheiro do Brasil com 30 gols. Foi quem mais chutou a gol na Série B (38 finalizações certas) e teve a segunda melhor pontaria (52,8%, atrás apenas de André Luis). Ele volta ao Corinthians para sua segunda oportunidade e chega para brigar pela camisa 9.

Futebol