PUBLICIDADE
Topo

Futebol

São Paulo espera Adidas na Copinha, mas se preocupa com feminino

Elenco sub-20 treina em Cotia antes de estrear na Copa São Paulo - Igor Amorim/saopaulofc.net
Elenco sub-20 treina em Cotia antes de estrear na Copa São Paulo Imagem: Igor Amorim/saopaulofc.net

Bruno Grossi

Do UOL, em São Paulo

30/12/2018 04h00

No contrato assinado por São Paulo e Adidas em março de 2018, ficou definido que as categorias de base do clube passariam a usar os uniformes da marca alemã somente em janeiro de 2019. O Tricolor aceitou a condição, imposta pela limitação de tempo para produção dos produtos em escala maior e agora espera que a promessa de estrear na Copa São Paulo de Futebol Júnior seja cumprida.

O importante torneio de base foi colocado como marco para o início da operação da Adidas na base. Só que nos treinos preparatórios para a Copinha, o elenco sub-20 ainda usa o material da Under Armour, como aconteceu em todas as competições no segundo semestre deste ano. A Adidas assegurou aos dirigentes que as novas camisas serão usadas na estreia tricolor, marcada para 3 de janeiro, contra o Holanda-AM.

A mesma situação foi enfrentada pela equipe feminina sub-17 do São Paulo, com o agravante de terem usado modelos mais antigos da antiga parceira. O Tricolor, que em 2019 também terá time profissional feminino, espera que a Adidas também entregue as camisas já no início da nova temporada e se preocupa com um eventual atraso para equiparar as categorias.

O ideal, por questões de imagem e até para negociar com patrocinadores, é que o ano comece com os uniformes padronizados. Algo que já não será possível com o basquete masculino, que disputará a Liga Ouro em 2019. Nesse caso, o São Paulo entende a impossibilidade de produzir o material rapidamente, já que a equipe foi criada neste mês.

A expectativa é que o basquete receba o fardamento da Adidas entre setembro e outubro do próximo ano. Até lá, usará uniformes de fabricação própria.

Futebol