PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Renato diz que 'peitou todo mundo' no Grêmio por Luan em 2017

Lucas Uebel/Grêmio FBPA
Imagem: Lucas Uebel/Grêmio FBPA

Do UOL, em Porto Alegre

25/12/2018 17h08

Renato Gaúcho bateu de frente com os médicos do Grêmio por Luan em 2017. Segundo o treinador, a insistência fez com que o meia-atacante voltasse na reta final da Libertadores e tivesse desempenho decisivo contra Barcelona-EQU e Lanús-ARG.

A passagem foi revelada por Renato ao jornal O Globo. O treinador ainda disse que Luan é um 'p? garoto' e que ambos mantêm relação de confiança.

"Em 2017, tive um problema sério com o Luan. Cheguei no departamento médico, perguntei (em) quantos dias ele ia voltar. Falaram três semanas. Muito tempo. Tá bom, três semanas. Com 15 dias, eu: E aí? Pediram calma e mais uma semana. Terminou o prazo. Posso pegar o Luan? "Calma." Já me irritei. Passaram-se dez dias, nada. Lá eles são muito conservadores, e comigo é tudo mais rápido. Departamento médico de futebol é que nem na guerra, você precisa do soldado. Passaram-se 40 dia ao todo, eu peguei o Luan e falei que, a partir daquele momento, era comigo. Falei que ia botá-lo para treinar e falei que, se ele sentisse alguma coisa, era bom todo mundo começar a rezar. Peitei todo mundo, e o cara jogou e arrebentou", disse Renato em entrevista ao jornal. "Tem que ter conhecimento e ter peito para fazer as coisas. Entendo de todos os departamentos de um clube", completou.

O episódio citado ocorreu entre as quartas e semifinal da Libertadores. Luan ficou fora dos jogos diante do Botafogo em virtude de lesão muscular na coxa. Voltou nos minutos finais da partida em Porto Alegre, vencida por 1 a 0, e conseguiu atuar na reta final do torneio.

Autor do gol do título da Libertadores diante do Lanús, Luan fechou 2018 no departamento médico em virtude de fascite plantar. Antes da inflamação na sola do pé direito, ele também sofreu com lesões musculares. O rendimento na temporada ficou abaixo do esperado.

"Ele tem 25 anos. Confia muito em mim. A minha parte, eu faço. A dele, ele faz. Foi o melhor jogador da América no ano passado. É um p... de um garoto. Já vinha brigando para os médicos liberarem. Faço isso com ele e todo mundo", comentou Renato Portaluppi.

Recentemente, Luan virou personagem da atual janela de transferências no Brasil. Teve nome ligado a troca-troca com o Cruzeiro, Flamengo, Palmeiras e São Paulo. O Grêmio, no entanto, definiu que o camisa 7 não deixará Porto Alegre para atuar em outro clube brasileiro.

Internamente, o Grêmio tem preocupação com o comportamento extracampo de Luan. O contrato pesado, com valores mensais altos, também gera certa dor de cabeça. De acordo com a previsão da comissão técnica, o meia-atacante iniciará a pré-temporada 100% recuperado.

Futebol