PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Após goleada do United, Pogba agradece Mourinho por fazê-lo melhor

Paul Pogba foi titular na primeira partida de Solskjaer à frente do United - Rebecca Naden/Reuters
Paul Pogba foi titular na primeira partida de Solskjaer à frente do United Imagem: Rebecca Naden/Reuters

Do UOL, em São Paulo

23/12/2018 10h34

Na primeira partida sem José Mourinho, o Manchester United, agora comandado de forma interina por Ole Gunnar Solskjaer, mostrou um futebol muito mais solto e atropelou o Cardiff, goleando por 5 a 1, neste sábado (22), em partida válida pela 18ª rodada da Premier League. 

Um dos principais desafetos recentes do técnico português, Paul Pogba admitiu que a relação de ambos não era das melhores. Ainda assim, ele agradeceu o ex-comandante pelos troféus e por fazê-lo um jogador e uma pessoa melhor. 

"Com José, nós vencemos troféus e eu quero agradecê-lo por isso. Nem tudo deu certo, mas algumas coisas foram boas, nós fomos campeões", declarou o camisa 6, ao fim do jogo no Cardiff City Stadium.

"Ganhar troféus te faz melhorar como pessoa. Mas isso é passado. Eu quero agradecê-lo por isso. Eu tenho certeza que todos os jogadores estão de olho no próximo jogo, nos pontos. Temos que voltar a isso e queremos voltar ao topo da tabela. Isso é tudo o que tenho a dizer. O desempenho foi ótimo", completou. 

Pogba foi contratado pelo Manchester United meses depois da chegada de Mourinho. Logo na primeira temporada juntos, os dois conquistaram a Liga Europa e a Copa da Liga Inglesa, em 2016/17. 

Os desentendimentos de Pogba e Mourinho se acirraram durante a Copa do Mundo. Neste período, o português, então comentarista em uma emissora britânica, alfinetava os bons desempenhos do francês, que acabou o torneio como campeão. No início da atual temporada, Mourinho retirou a braçadeira de capitão de Pogba. Até então, ele havia assumido a liderança do grupo devido à lesão do lateral Antonio Valencia. 

A estreia de Solskjaer também significou o retorno de Pogba ao time titular do United na Premier League. O francês ficou no banco de reservas nas últimas três partidas de Mourinho pela liga; em duas, ele sequer foi utilizado. 

Na última terça-feira (23), momentos depois do anúncio oficial da demissão do treinador, o meio-campista publicou uma foto em suas redes sociais que foi entendida como provocação a Mourinho. Devido à repercussão, o francês apagou a foto. A diretoria do clube não confirmou se o jogador foi multado pela publicação, nem se a Adidas, fornecedora de material esportivo tanto do jogador como do United, o repreendeu pelo post. 

De acordo com o jornal inglês The Independent, 90% do elenco do Manchester United queria que o treinador fosse demitido. Ainda segundo a publicação, Sir Alex Ferguson, ex-treinador do clube por 27 anos e um dos maiores ídolo da história do United, já havia aconselhado Ed Woodward, vice-presidente executivo do clube, a demitir Mourinho depois da eliminação para o Sevilla, nas oitavas de final da Liga dos Campeões 2017/18. Ainda assim, a diretoria preferiu dar um voto de confiança ao português. 

Futebol