PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Pablo se encanta com Jardine e "pede" música para torcida do São Paulo

Atacante visitou o Morumbi na última sexta-feira para fazer entrevista - Divulgação/saopaulofc.net
Atacante visitou o Morumbi na última sexta-feira para fazer entrevista Imagem: Divulgação/saopaulofc.net

Do UOL, em São Paulo

22/12/2018 11h36

Pablo foi anunciado pelo São Paulo na última quarta-feira e, dois dias depois, foi ao Morumbi para gravar entrevista com a TV do clube. O atacante contratado do Atlético-PR lembrou dos dias que morou no estádio quando ainda era adolescente, deixou sugestão de música para a torcida e se mostrou empolgado com as ideias do técnico André Jardine.

"Vou aprender muito com o Jardine. Nós conversamos, ele explicou o projeto do clube, como ele pensa futebol e isso me encantou muito. Até brinquei com meu pai, que se tivesse jogo amanhã, já queria jogar. O São Paulo não pensa só em 2019, pensa a longo prazo", disse, em entrevista à SPFCtv.

MERCADO DA BOLA:
- Tricolor está perto de contratar o goleiro Tiago Volpi

- São Paulo retoma conversas com Hernanes, mas vê dificuldades
- Contratação de colombiano "melou" ida de Rodrigo Caio ao Barça

No fim do vídeo divulgado neste sábado, Pablo aproveita para cantar uma música que poderá ser usada pela torcida são-paulina no Morumbi: "Uh! Terror! Pablo é matador!". Alguns torcedores que visitavam o estádio, aliás, conseguiram tirar fotos com o terceiro reforço tricolor para 2019 - antes dele chegaram os laterais Igor Vinicius e Léo Pelé.

"Esse ano cheguei a um jogo aqui ao lado do Wellington (volante revelado pelo São Paulo e que está no Atlético-PR) e disse que jogaria no São Paulo no ano que vem (risos). Não tenho palavras para descrever esse momento. De representar uma nação apaixonada e estar no Morumbi como jogador do clube", confessa, antes de lembrar a experiência que teve com o Tricolor na juventude:

"Morei aqui durante alguns dias, em um período legal da vida, muito jovem. É muito bom voltar de forma diferente e concreta. Fico muito feliz por estar no maior campeão internacional do Brasil. É uma responsabilidade muito grande".

Futebol