PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Demitido, Mourinho diz que não falará sobre ex-colegas "por princípios"

Michael Regan/Getty Images
Imagem: Michael Regan/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

19/12/2018 14h25

José Mourinho emitiu um comunicado um dia depois de ter sido demitido do Manchester United. O técnico português afirmou ter tido orgulho de defender as cores do clube e afirmou que não faria nenhum comentário sobre ex-colegas "por princípios".

Leia também: 

Na nota, Mourinho ainda pede que a imprensa respeite seu momento e o deixe viver uma vida normal até decidir voltar ao futebol.

Mourinho deixou o Manchester United na sexta colocação do Campeonato Inglês e em conflito com o elenco. De acordo com o jornal inglês "Independent", 90% dos jogadores do clube defenderam a saída do treinador.

Para o lugar do português, o Manchester United anunciou que Solskjær, ídolo do clube, assumirá como treinador interinamente até o final da temporada. A imprensa inglesa especula que Zinedine Zidane assumirá a equipe no meio do ano.

Já Mourinho pode voltar para a Espanha. De acordo com o "El País", o treinador recebeu uma consulta do Real Madrid há dois meses e as portas ficaram "abertas" para um retorno.

Confira a carta de despedida de Mourinho:

Tive imenso orgulho de vestir as cores do Manchester United desde o primeiro dia, e acredito que os torcedores do United reconhecem isso.

Assim como foi nos meus times anteriores, trabalhei com pessoas incríveis e acredito que alguns serão meus amigos para toda vida.

Sei que todos vocês estão cientes dos meus princípios profissionais. Toda vez que um capítulo se encerra, demonstro meu mais profundo respeito e não emito comentário sobre meus ex-colegas.

Espero que a imprensa também respeite minha posição e me deixe viver minha vida normalmente até o momento em que eu decidir voltar ao futebol.

Feliz Natal,

José Mourinho.

Futebol