PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Agente criou aplicativo que levou três atletas à base do Cruzeiro

Joia da base do Cruzeiro, Luiz Otávio é agenciado por Taciano Pimenta - Divulgação
Joia da base do Cruzeiro, Luiz Otávio é agenciado por Taciano Pimenta Imagem: Divulgação

Enrico Bruno e Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte

11/12/2018 12h00

Representante de Douglas Coutinho e Bruno Viana, ex-jogadores do Cruzeiro, Taciano Pimenta realiza na próxima sexta-feira (14) uma avaliação presencial com 400 garotos para buscar novos talentos do futebol brasileiro. O teste ocorrerá no Complexo Esportivo da PUC, a partir das 8h. O empresário criou, em julho deste ano, um aplicativo para buscar jovens talentos. Na primeira avaliação, levou três atletas para a Toca da Raposa.

As inscrições para avaliação presencial são feitas no aplicativo Wit Soccer, disponível em smartphones. Dez por cento das vagas são destinadas a talentos especiais, identificados por meio de teste online, realizado exclusivamente pelo programa desenvolvido pelo agente. O teste presencial tem custo de R$ 180 e pode ser parcelado em seis vezes sem juros.

Taciano Pimenta, idealizador do projeto, explica que o objetivo é profissionalizar a captação de jovens atletas. "A Wit Soccer tem a ideia de trazer uma maior assertividade no processo de captação de atletas de categorias de base. Por vezes, nas 'peneiradas', são centenas de garotos observados e por poucos minutos. Com a Wit Soccer, temos todo um lastro científico envolvido em cada um dos testes que fazemos, além de uma observação mais longa, entre três e quatro horas".

Em uma avaliação piloto, em julho, realizada para avaliar os processos, softwares e equipamentos utilizados, com cerca de 200 garotos, a Wit Soccer identificou quatro talentos e os encaminhou a clubes de base - três deles foram para o Cruzeiro e um para o Novos Horizontes.

"Tivemos uma avaliação teste no meio do ano com resultados muito positivos, com grandes talentos observados e quatro atletas encaminhados para clubes. Agora, no dia 14, teremos aproximadamente 400 garotos fazendo uma nova avaliação. Vamos ter dados técnicos, físicos e táticos de cada um deles, que estarão à disposição de vários clubes do país e também do mundo, que poderão fazer sua captação buscando os melhores desempenhos e das necessidades do próprio clube", afirmou ao UOL Esporte.

Futebol feminino em pauta

Um dos objetivos desta avaliação da Wit Soccer é identificar talentos para o futebol feminino de base no Brasil. Em 2019, a Conmebol poderá não permitir a participação na Copa Libertadores de clubes que não tenham equipe de futebol feminino. Gigantes brasileiros como Flamengo, Corinthians Grêmio, Internacional, Santos, Vitória, entre outros, já participam de competições de futebol feminino, alguns destes clubes possuindo, inclusive, categoria de base.

"O futebol feminino está em expansão no Brasil, com vários clubes abraçando a ideia e tendo sua equipe. A Wit Soccer já nasceu com a ideia da democratização das avaliações de atletas, buscando dar oportunidade a todos. Então, não seria diferente com relação às meninas. Esperamos encontrar talentos nesta avaliação e auxiliar na evolução do futebol feminino brasileiro", destacou Pimenta.

Futebol