PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Araos, Douglas, Thiaguinho? Jair sofre para achar titular do Corinthians

Douglas, Thiaguinho e Araos pelo Corinthians; jogadores brigam por uma vaga - Montagem sobre fotos de Rodrigo Gazzanel/Ag. Corinthians
Douglas, Thiaguinho e Araos pelo Corinthians; jogadores brigam por uma vaga Imagem: Montagem sobre fotos de Rodrigo Gazzanel/Ag. Corinthians

Arthur Sandes

Do UOL, em São Paulo

20/11/2018 04h00

Com três jogadores diferentes como titulares nos três últimos jogos, o Corinthians visita o Atlético-PR nesta quarta-feira (21), em Curitiba, com o segundo volante como principal dúvida. Araos, Douglas e Thiaguinho recentemente assumiram a função por diferentes fatores, mas desta vez, com o trio à disposição, cabe a Jair Ventura escolher o parceiro de Ralf na frente da área.

Cinco meses após a saída de Maycon, a posição segue sem um dono absoluto, cenário que deve se manter nos três jogos finais da temporada. O Corinthians apostou suas fichas em Douglas, que entre adaptação ao time e uma contusão recente ainda não rendeu o seu melhor. Por isso, o volante ex-Fluminense está longe de ter lugar garantido.

Jair Ventura chegou a testar Gabriel ao lado de Ralf, mas não deu certo; no empate com o São Paulo, recuou Araos para a posição e viu o chileno ser expulso antes do intervalo. Aí Thiaguinho entrou em cena e fez grande segundo tempo no clássico. Douglas ainda voltou de lesão e foi titular na derrota para o Cruzeiro, mas frustrou os planos de todo o mundo ao também ser expulso no primeiro tempo. A vaga foi herdada por Thiaguinho na vitória importante sobre o Vasco, no último sábado, e o camisa 17 agarrou sua chance: mostrou muita vontade e não deu brecha na marcação.

Araos, Douglas e Thiaguinho têm 21 anos, o que em parte explica a inconsistência de todos e a disputa por posição. Mantuan, de mesma idade, está deslocado à reserva de Fagner na lateral. Renê Júnior está lesionado e só volta em 2019. Paulo Roberto, por sua vez, não é utilizado há dois meses.

A posição de segundo volante tem importância história para o Corinthians. Além do citado Maycon, espécie de revelação da campanha vitoriosa no Brasileirão do ano passado, recentemente o clube contou com Elias e Paulinho, por exemplo, que tinham missão de ditar o ritmo de jogo da equipe e chegar de surpresa na área adversária. Neste segundo semestre, ao contrário, tem faltado justamente ritmo na equipe alvinegra.

Futebol