PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Neymar elogia ataque rival e comemora vitória: "Do jeito que imaginava"

Twitter
Imagem: Twitter

Marcus Alves

Colaboração para o UOL, de Londres (Inglaterra)

16/11/2018 22h06

Autor do gol da vitória do Brasil no amistoso contra o Uruguai nesta sexta-feira (16), o atacante Neymar exaltou o triunfo da seleção diante de um grande adversário. Mais do que isso: na opinião do camisa 10, contra um time que conta com dois dos melhores atacantes do futebol mundial - Luis Suárez e Edinson Cavani.

"[O jogo] foi do jeito que imaginava, sabia que ia ter pouco espaço. Jogo muito difícil, qualidade enorme [do adversário], dois atacantes que são os melhores do futebol mundial. Mas a gente encontrou nossa chance de gol e conseguiu a vitória", disse o atacante em passagem na zona mista do Emirates Stadium.

Vale lembrar que a dupla uruguaia é bastante conhecida de Neymar. Cavani é companheiro do brasileiro no Paris Saint-Germain, e Suárez foi um dos grandes parceiros do craque no Barcelona.

Neymar falou sobre o clima de amizade com a dupla, mas ressaltou que o amistoso foi bastante disputado dentro de campo.

"Foi bem pegado, mas aqui fora é na amizade, a gente fica um brincando com o outro, principalmente eu e o Suarez, de uma maneira sadia. Mas a gente tenta vencer. Sempre com ganhar de um amigo. Falei para ele. A gente sabia que ia enfrentar uma grande equipe. Fico satisfeito, feliz com a vitória", acrescentou.

Além disso, o craque - que chegou a 60 gols com a camisa da seleção - também exaltou o desempenho coletivo do grupo. A equipe segue com 100% de aproveitamento após a Copa do Mundo e não foi vazada desde o fim da disputa na Rússia.

"Nossa equipe está muito bem. A gente fica feliz. Nos últimos cinco jogos, cinco vitórias, sem nenhum gol tomado, que é o mais importante. Tem que seguir assim", avaliou. 

O goleiro Alisson também valorizou a sequência sem gol sofrido após a Copa do Mundo. A equipe não é vazada desde a derrota para a Bélgica, nas quartas de final do Mundial na Rússia.

"Um dos nossos objetivos é sempre sair sem sofrer gol. A gente sabe da qualidade do nosso ataque, e procuramos ter consistência defensiva para que o ataque possa resolver quando tem a oportunidade. Hoje conseguimos isso. Foi um jogo muito duro, muito difícil, típico de Brasil e Uruguai", disse.

Agora, o Brasil se prepara para o último compromisso em 2018. O grupo será liberado para folga e se reapresenta no domingo (18) pela manhã, em Milton Keynes, nos arredores de Londres, para encerrar o ano contra Camarões, na terça-feira (20). 

Futebol