PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Risco de queda aumenta para Vasco e Botafogo; vitória alivia Corinthians

Thiago Ribeiro/AGIF
Imagem: Thiago Ribeiro/AGIF

Do UOL, em São Paulo

30/10/2018 10h26

A briga contra o rebaixamento na Série A do Brasileirão esquentou ao término da 31ª rodada com as vitórias de Chapecoense, Sport e Ceará, o que aumentou o risco para Vasco e Botafogo. O Corinthians, por sua vez, ganhou alívio com o triunfo por 2 a 1 sobre o Bahia e viu a possibilidade de queda diminuir de 3,5% para 1,1% de acordo com análise do site Chance de Gol.

O Botafogo, por sua vez, caiu duas posições com a derrota para o Atlético-PR e agora tem 36,1% de risco de rebaixamento. Na rodada anterior, a possibilidade estimada era de 25,6%.

O Vasco somou um ponto contra o Internacional e agora é o 14º colocado na tabela. Porém, viu a possibilidade de queda aumentar de 29,6% para 35,3% com os triunfos de concorrentes diretos na briga pelo rebaixamento.

Com duas vitórias seguidas, o Ceará se coloca como equipe em melhor momento entre as que brigam contra a queda. Agora com 37 pontos, o time comandado por Lisca reduziu para 2,3% o risco de rebaixamento, marca próxima à do Bahia (1,8%).  

América-MG (45,2%), Chapecoense (50,9%), Sport (63,5%), Vitória (63,2%) e Paraná (quase 100%) seguem como os mais ameaçados de queda.

Já na briga por uma vaga na Libertadores a rodada foi positiva para o Santos, que venceu o Fluminense por 3 a 0 e viu o Atlético-MG perder por 2 a 1 para o Ceará. Agora, o time paulista tem 42,4% de possibilidade de ficar com a sexta vaga para o torneio continental contra 42,2% dos mineiros. O Atlético-PR tem 13,7%.

A análise realizada pelo "Chance de Gol" leva em consideração o local da partida (dentro ou fora de casa), o retrospecto recente e os adversários que restam a cada clube enfrentar.

Por causa disso, alguns clubes que estão atrás na tabela podem aparecer com menos chances de cair do que um que figura à sua frente. O mesmo acontece na briga pelo título e pela Libertadores.

Veja as possibilidades estimadas pelo Chance de Gol.

Risco de rebaixamento:

10 - Fluminense (40 pontos) - 0,6%
11 - Corinthians (39 pontos) - 1,1%
12 - Bahia (37 pontos) - 1,8%
13 - Ceará (37 pontos) – 2,3%
14 - Vasco (35 pontos) - 35,3%
15 - Botafogo (35 pontos) - 36,1%
16 - América-MG (34 pontos) - 45,2%
17 - Chapecoense (34 pontos) - 50,9%
18 - Sport (33 pontos) - 63,5%
19 - Vitória (33 pontos) - 63,2%
20 - Paraná (17 pontos) - quase 100%

Chances de título:

1 - Palmeiras (63 pontos) – 87,8% de chances
2 - Flamengo (59 pontos) - 6,7%
3 - Internacional (58 pontos) - 5%
4 - São Paulo (56 pontos) - 0,4%
5 - Grêmio (52 pontos) - 0,02%

Chances de Libertadores (G-6):

1 - Palmeiras (63 pontos) - quase 100% de chances
2 - Flamengo (59 pontos) - 99,98%
3 - Internacional (58 pontos) - 99,98%
4 - São Paulo (56 pontos) - 99,8%
5 - Grêmio (52 pontos) - 95,8%
6 - Atlético-MG (46 pontos) - 42,2%
7 - Santos (46 pontos) - 42,4%
8 - Atlético-PR (43 pontos) - 13,7%
9 - Cruzeiro (43 pontos) - Já está na Libertadores
10 - Fluminense (40 pontos) - 0,4%
11 - Corinthians (39 pontos) - 0,2%
12 - Bahia (37 pontos) - 0,3%
13 – Ceará (37 pontos) – 0,1%

Futebol