PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Leicester considera renomear estádio em memória de dono morto em acidente

Torcedores do Leicester prestam homenagens a Vichai no King Power Stadium - Caio Carrieri/Colaboração para o UOL
Torcedores do Leicester prestam homenagens a Vichai no King Power Stadium Imagem: Caio Carrieri/Colaboração para o UOL

Do UOL, em São Paulo

30/10/2018 00h05

Ainda de luto pela morte de seu proprietário, o Leicester considera renomear seu estádio em homenagem a Vichai Srivaddhanaprabha. Segundo a ESPN da Inglaterra, Aiyawatt, filho do tailandês e vice-presidente da equipe, irá conversar com a diretora executiva, Susan Whelan, sobre as formas de eternizar a memória do pai. 

De acordo com o site, diretores do King Power Group, conglomerado tailandês de turismo controlado por Vichai, defendem que a casa do Leicester mude de King Power Stadium para Khun Vichai Stadium.

O clube também deverá receber um investimento de US$ 100 milhões (R$ 371,75 milhões) para a construção de um novo centro de treinamento. O complexo, que contará com um estádio para 500 espectadores e 12 campos, também levaria o nome de Vichai. 

À ESPN, um porta-voz do grupo ressaltou que, no momento, "o importante é dar à família Srivaddhanaprabha, à King Power e ao Leicester tempo para o luto". "No tempo correto, iremos revelar os detalhes das homenagens. Estamos tocados pelas demonstrações de suporte e condolências do público", afirmou o representante.

Khun Vichai, dono do Leicester morto em acidente de helicóptero - Matt Dunham/AP - Matt Dunham/AP
Com Vichai, Leicester foi campeão das duas primeiras divisões inglesas
Imagem: Matt Dunham/AP

"O King Power Stadium já é uma celebração do bem-sucedido negócio de Khun Vichai e nós estaremos abertos, junto com a família, o clube e também com uma consulta aos torcedores, para discutir uma mudança de nome em homenagem a Khun Vichai. Nós estamos cientes das petições buscando esse tipo de mudança, assim como os pedidos de estátua no clube e vamos discutir todos esses desejos com a família Srivaddhanaprabha e o clube de futebol", encerrou.

Conforme relatado pelo site, a petição para mudança no nome no estádio já tinha 1 mil assinaturas até a noite desta segunda-feira (29), enquanto outras 2 mil pessoas defendiam a construção de uma estátua.

Além das homenagens já prestadas nas instalações do clube, os torcedores também planejam honrar o bilionário durante as partidas. Uma das propostas é, até o final da temporada, respeitar um minuto de silêncio no 60º minuto, isto é, aos 15 do segundo tempo, em referência à idade de Vichai. Outro grupo também sugeriu que na próxima partida do clube, contra o Burnley, no King Power Stadium, todos fiquem em silêncio nos primeiros 60 minutos e, em seguida, iniciem uma salva de palmas.

Vichai comprou o Leicester em 2010, um ano depois do clube subir conquistar a League One, equivalente à terceira divisão inglesa. Quatro anos depois, na temporada 2013/14, o clube foi campeão da Championship e conseguiu o acesso à elite após dez anos. Na Premier League, os Foxes surpreenderam o mundo do futebol ao conquistarem o título em 2015/16, seu primeiro na história. Na temporada seguinte, em sua primeira participação na Liga dos Campeões da UEFA, chegou às quartas de final, quando caiu para o Atlético de Madrid. 

Vichai Srivaddhanaprabha morreu no último sábado (27), após o helicóptero que o levava pegar fogo e cair no estacionamento do estádio. A aeronave havia decolado cerca de cinco minutos antes do centro do gramado do King Power Stadium, como era de costume a cada partida do clube como mandante; à ocasião, a equipe havia empatado em 1 a 1 com o West Ham. Além do empresário, as outras quatro pessoas que estavam a bordo também morreram.

Futebol