PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Piloto evitou que acidente com dono do Leicester causasse mais mortes

Ben STANSALL / AFP
Imagem: Ben STANSALL / AFP

Do UOL, em São Paulo

29/10/2018 13h16

A habilidade do piloto Eric Swaffer evitou que o acidente com o helicóptero do dono do Leicester tivesse um número maior de mortos, de acordo com o "Guardian". No sábado (28), a aeronave que transportava Vichai Srivaddhanaprabha caiu ainda no estacionamento do estádio do clube inglês. Todas as cinco pessoas a bordo morreram.

Testemunhas ouvidas pela publicação dizem que o Swaffer conseguiu mudar a direção do helicóptero para uma área vazia na saída do estádio. Inicialmente, a aeronave corria o risco de cair em cima de algumas casas no redor do local.

"Não me surpreende que ele tenha feito tudo o que foi possível para salvar vidas e feito todo o possível para evitar algo pior nos momentos finais. Ele era uma pessoa incrível e muito focado quando estava voando", disse Lucie Morris-Marr, amiga de Swaffer, em entrevista à "AP".

Além de Eric Swaffer e Vichai Srivaddhanaprabha, morreram no acidente a co-pilota e mulher de Eric Swaffer, Izabela Roza Lechowicz, e dois membros da equipe de Vichai: Nursara Suknamai e Kaveporn Punpare.

A Agência de Investigação de Acidentes Aéreos (AAIB) informou ter encontrado a caixa preta da aeronave. O órgão disse estar reunindo evidências e destroços do helicóptero devem ser levados pela polícia local até o final de semana para um exame mais detalhado.

Os jogadores do Leicester compareceram nesta segunda-feira (29) ao local do acidente para prestar homenagem ao dono do clube - eles já haviam se manifestado pelas redes sociais. Vestidos de preto, eles acompanharam a família de Vichai Srivaddhanaprabha na cerimônia. O goleiro Kasper Schmeichel e o atacante Jamie Vardy não conseguiram conter a emoção junto do filho de Vichai, Aiyawatt.

Futebol