PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Chamado por Tite, goleiro Brazão tem multa milionária e sondagens da Europa

Arqueiro celeste foi eleito o melhor goleiro do Mundial sub-17 do ano passado, na Índia - Dibyangshu Sarkar/AFP
Arqueiro celeste foi eleito o melhor goleiro do Mundial sub-17 do ano passado, na Índia Imagem: Dibyangshu Sarkar/AFP

Enrico Bruno

Do UOL, em Belo Horizonte

26/10/2018 12h38

Além de Dedé, outra boa novidade para o Cruzeiro na lista de Tite foi a convocação do goleiro Gabriel Brazão. Aos 18 anos, o garoto tem passagens pela Seleção sub-20 e já trabalha com o plantel profissional na Toca da Raposa. Apesar da pouca idade, Brazão é tratato como joia e suas boas atuações já renderam sondagens da Europa e uma renovação com direito a multa milionária da diretoria mineira.

Mineiro de Uberlândia, Brazão chegou à Toca da Raposa em março de 2014, ainda com 14 anos, e desde então tem presença constante nas seleções de base. Com mais de 20 convocações, o garoto representa o país desde a categoria sub-15. No Mundial sub-17 do ano passado, o Brasil terminou a competição com o terceiro lugar, mas o goleiro faturou um prêmio individual e foi considerado o melhor da sua posição no torneio. O cruzeirense sofreu cinco gols em sete partidas disputadas.

Em 2017, Brazão também conquistou a Copa do Brasil e a Supercopa do Brasil, ambas pelo time sub-20. No final do ano, recebeu a notícia que passaria a integrar o plantel principal na Toca da Raposa. Hoje, ele é companheiro de Fábio, Rafael e Vitor Eudes (outra promessa), e participa dos exigentes treinamentos dos preparadores Robertinho e Leandro Franco.

O desempenho promissor mostrado em pouco tempo de carreira já fez Brazão entrar no radar de clubes da Europa. O Braga, de Portugal, e a Roma já mostraram interesse em acompanhar a evolução do atleta. Ciente disso, o Cruzeiro renovou seu contrato até o final de 2021 e aplicou uma multa que supera os 40 milhões de euros para equipes de fora do país (cerca de R$ 166 milhões).

O Brasil irá disputar dois amistosos contra Uruguai e Camarões nos dias 16 e 20 de novembro, respectivamente. O motivo da convocação de Brazão é que Tite quer dar aumentar a integração dos jovens goleiros com os profissionais, a fim de dar mais bagagem aos garotos. Antes do arqueiro celeste, o treinador convocou Hugo, do Flamengo, e Phelipe, do Grêmio.

Futebol