PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Santos quer reforços como Sánchez e cogita contratar irmão do uruguaio

Nicolás De La Cruz é irmão de Carlos Sánchez e atua no River Plate - Juan Cevallos/AFP
Nicolás De La Cruz é irmão de Carlos Sánchez e atua no River Plate Imagem: Juan Cevallos/AFP

Samir Carvalho

Do UOL , em Santos (SP)

25/10/2018 04h00

O Santos está muito satisfeito com a contratação do volante Carlos Sánchez. Tanto que pretende utilizar o modelo de negócio que trouxe o uruguaio para buscar reforços no mercado para a próxima temporada.

A ideia é buscar atletas sem vínculo com outros clubes ou que tenham apenas mais seis meses de contrato. Neste segundo caso, o Santos só teria que pagar uma compensação financeira, com custos menores, para conseguir a liberação do jogador.

O clube paulista utilizou essa estratégia para contratar Sánchez. O presidente José Carlos Peres desembolsou US$ 1 milhão (R$ 3,7 milhões, à época) para que o Monterrey, do México, liberasse o uruguaio antes do término de seu contrato, que vencia em dezembro deste ano. 

Além de contratações neste modelo, o Santos sonha com outro reforço que envolve o nome de Carlos Sánchez. A diretoria santista busca informações para saber se existe alguma possibilidade de o clube contratar o irmão de Sánchez, o jovem Nicolás De La Cruz, meia do River Plate, da Argentina.

A contratação do irmão de Sánchez foge do perfil de negociação que o Santos prioriza para 2019. Isso porque De La Cruz tem 21 anos e contrato longo com o River Plate, válido até 30 de junho de 2021.

Para a cúpula alvinegra, além de ser um atleta jovem e promissor, Nicolás de La Cruz poderia alavancar boas estratégias de marketing ao lado de seu irmão, que assinou contrato de três anos com o alvinegro praiano.

Um dos fatos favoráveis e que poderia facilitar a transação é que o irmão de Sánchez ainda não conquistou a vaga de titular absoluto no clube argentino. De La Cruz foi revelado pelo Liverpool do Uruguai, mesmo clube que lançou o jogador do Santos, e custou ao River Plate R$ 11 milhões em 2017.

Futebol