PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Gol a gol, Thiago Neves e Arrascaeta têm disputa particular em reta final

Thiago é o artilheiro do Cruzeiro com 14 gols. Arrasca aparece logo em seguida, com 13 - Washington Alves/Light Press/Cruzeiro
Thiago é o artilheiro do Cruzeiro com 14 gols. Arrasca aparece logo em seguida, com 13 Imagem: Washington Alves/Light Press/Cruzeiro

Enrico Bruno

Do UOL, em Belo Horizonte

24/10/2018 04h00

Pilares do setor ofensivo do Cruzeiro, Arrascaeta e Thiago Neves foram protagonistas da recente conquista da Copa do Brasil. Por mais que o clube não tenha tantas obrigações no restante do Campeonato Brasileiro, os dois ainda têm um duelo particular nesta resta final de temporada, já que brigam pela artilharia da equipe em 2018. Cabeça a cabeça, a dupla vem atualizando os números a cada jogo. Quando um marca, o outro balança as redes logo em seguida.

Na partida do último fim de semana, Thiago Neves abriu o placar na vitória sobre a Chapecoense e marcou seu 14º gol no ano. No mesmo jogo, Arrascaeta não deixou barato e balançou as redes pela 13ª vez na temporada. As últimas semanas foram parecidas. Thiago marcou na primeira final contra o Corinthians. Arrascaeta voltou do Japão direto para o jogo da volta e também deixou o seu. A disputa é feroz e tende a ser acirrada até os últimos compromissos do ano, já que Mano Menezes não quer utilizar o Brasileirão como laboratório e vai com força máxima.

Arrascaeta - Pedro Vale/AGIF - Pedro Vale/AGIF
Imagem: Pedro Vale/AGIF

Arrascaeta viveu seu melhor momento a partir do fim da Copa do Mundo. O uruguaio voltou voando do Mundial da Rússia, engatando jogos em sequência com pelo menos um gol ou passe para seus companheiros. Um papo com Mano motivou o camisa 10 a ter o mesmo comprometimento tático que mostrou em sua seleção, aumentando sua eficiência em campo também na hora de recompor. Além de ser o vice-artilheiro do Cruzeiro no ano, é o líder de assistências junto com Egídio, com nove passes para gol.

Com ótimas atuações que chegaram até a ofuscar Thiago Neves em alguns momentos, Arrascaeta vive seu melhor ano na Toca e já escreveu definitivamente seu nome no quadro de melhores estrangeiros da história do Cruzeiro. Além de ser o gringo que mais atuou, ele também é o artilheiro neste quesito, com 48 gols, três a mais que o boliviano Marcelo Moreno.

Thiago Neves - Vinnicius Silva/Cruzeiro - Vinnicius Silva/Cruzeiro
Imagem: Vinnicius Silva/Cruzeiro

A situação de Thiago Neves é um pouco diferente. Embora tenha deixado a desejar em alguns momentos, se omitir nas decisões não é com ele, e sua estrela nos principais momentos acabou deixando-o ainda mais marcado para os torcedores. Em 2018, o meia chegou a ser cobrado após alguns jogos, inclusive depois da Copa do Mundo, quando o companheiro Arrascaeta estava em alta. Mas reagiu com boas atuações quando a equipe mais precisou e foi um dos destaques do título da Copa do Brasil.

Com 14 gols neste ano, Thiago Neves terá mais nove jogos para alcançar os 16 gols feitos em jogos oficiais em 2017, quando terminou o ano como artilheiro da equipe. O que o meia não poderá alcançar é seu número de assistências. Em 2017, ele fez o serviço de garçom por 14 vezes, mas neste ano só deu o último passe para três gols da Raposa.

Futebol