PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Andrés critica VAR após polêmica com Corinthians: "Não pode apitar o jogo"

Andrés com Jair em treino do Corinthians: mandatário admitiu que time corre riscos - Daniel Augusto Jr. / Ag. Corinthians
Andrés com Jair em treino do Corinthians: mandatário admitiu que time corre riscos Imagem: Daniel Augusto Jr. / Ag. Corinthians

Danilo Lavieri e Pedro Lopes

Do UOL, em São Paulo

23/10/2018 14h07

O VAR voltou a receber críticas do presidente do Corinthians, Andrés Sanchez. O mandatário corintiano disse na tarde desta terça-feira que o árbitro de vídeo não pode apitar o jogo e deve somente ser usado para confirmar marcações.

"O VAR, se não seguir o protocolo correto e não fizer as coisas corretas, vai dar problema. Vai mudar a reclamação para o árbitro de campo para o VAR. O VAR é para confirmar ou para apitar o jogo. Hoje o VAR no Brasil apita o jogo", disse Andrés na sede da Federação Paulista de Futebol.

"Ontem o jogo do Santos teve confusão. Futebol está ficando muito politicamente correto. Um gol com a mão, um gol impedido, um pênalti precisa usar o VAR. Não um lance que aconteceu no meio do campo. Precisa definir critérios senão vai ter problema. Outra coisa: O VAR aqui no Paulista é R$ 28 mil. Na CBF era R$ 50 mil", completou o mandatário.

Andrés defendeu a profissionalização da arbitragem, mas admitiu que hoje isso seria inviável para ser colocado em prática, pois há uma quantidade grande de árbitros no Brasil.

"Tinha de profissionalizar a arbitragem. Agora tem dois, três mil árbitros no Brasil. Se você profissionalizar um, todos têm o mesmo direito. E o futebol das Séries C  e D , do interior, não consegue pagar. A realidade é essa. Ou muda a lei trabalhista, que não dá para continuar do jeito que está, ou vamos ter problemas", frisou Andrés.

Ao comentar a fase do Corinthians no Brasileirão, o dirigente voltou a falar do uso do VAR, além de admitir que o time paulista corre mesmo risco de ser rebaixado.

"Estamos correndo perigo. Precisamos ganhar dois, três jogos urgentemente. Ele sabe disso, todo mundo sabe disso. Chegamos numa fase que nos complicamos. Algumas derrotas e empates em casa nos atrapalharam muito. Não vou aqui reclamar de arbitragem porque já fui prejudicado e beneficiado. Acontecem erros. Só não quero que o VAR apite o jogo, o VAR é para confirmar. Mas vamos dar a volta por cima", declarou Andrés.

Futebol