PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Acusado de estupro, C. Ronaldo rebate: "Sou exemplo dentro e fora de campo"

Emilio Andreoli/Getty Images
Imagem: Emilio Andreoli/Getty Images

Caio Carrieri

Colaboração para o UOL, em Manchester (ING)

22/10/2018 14h46

Com um relógio cravejado de brilhantes, sorriso fácil e simpatia, Cristiano Ronaldo reafirmou nesta segunda-feira (22) estar tranquilo em relação à acusação de estupro que paira sobre si. Na véspera do retorno ao Old Trafford para o reencontro com o Manchester United, seu ex-clube, o atacante da Juventus teve de enfrentar perguntas sobre a sua vida extracampo.

A entrevista coletiva que concedeu nesta tarde foi o primeiro contato direto com a imprensa desde que a polícia de Las Vegas reabriu uma investigação que envolve o jogador de 33 anos. Em 1º de outubro, o caso foi retomado a pedido da modelo norte-americana Kathryn Mayorga, que acusa CR7 de tê-la abusado sexualmente em um hotel da cidade em 12 de junho de 2009.

“Sei que sou um exemplo dentro e fora de campo. Por isso sou um homem feliz, com sorriso no rosto. Estou em um clube fantástico, tenho uma família maravilhosa, com quatro filhos, sou saudável. Tenho tudo. O resto não interfere em mim. Estou feliz”.

“Nós nos posicionamos (de maneira oficial sobre o caso) duas semanas atrás. Não vou mentir em uma situação como essa. Meus advogados estão confiantes e, por isso, eu também estou. O mais importante é que disfruto do futebol e da vida. Tenho outras pessoas que cuidam dos outros assuntos, mas a verdade sempre vem em primeiro lugar”.

Enquanto tenta provar a sua inocência nos tribunais, Cristiano se adapta ao novo clube. Desde que trocou o Real Madrid pela Velha Senhora, ele disputou 10 partidas e marcou cinco gols – o último deles no empate (1 a 1) em casa com o Genoa.

Além de liderar o Campeonato Italiano com quatro pontos de vantagem para o Napoli (25 a 21) após nove rodadas, a Juventus também ocupa o topo do Grupo H da Liga dos Campeões, com 100% de aproveitamento em duas rodadas. Nesta terça, Cristiano Ronaldo voltará de suspensão no torneio europeu. Ele foi expulso no primeiro jogo contra o Valencia e cumpriu o gancho diante do Young Boys, da Suíça.

Confira abaixo outros assuntos abordados na entrevista coletiva.

Retorno ao Old Trafford

"Voltar a Manchester é uma emoção muito grande. Quando saiu o sorteio, lembrei da história que fiz aqui. Ganhei todos os troféus. Também pensei na torcida incrível que tem o clube e também em uma pessoa de quem não me esqueço, por ter sido uns dos que mais me ajudaram, o Sir Alex Ferguson. Quero mandá-lo um grande abraço".

Diferenças entre jogar pela Juve e pelo Real

"Não quero comparar o Real Madrid com a Juventus. Os dois são clubes fantásticos. Fiz o meu trabalho no Real Madrid e agora vivo um novo capítulo em um dos melhores clubes do mundo. Sou um homem de sorte e feliz".

Análise pré-jogo

"Será um jogo complicado diante de um grande time que joga em casa, mas temos as nossas armas. Nós somos a Juve, então temos chance. Se jogarmos da maneira que sabemos, temos grandes chances de vencer".

A crise no Real Madrid

"Não tenho que falar de outros clubes. Todos sabem da história que tive no Real Madrid, mas não é o momento adequado para falar sobre isso. Temos de pensar no jogo de amanhã (terça), porque se a Juve ganhar está praticamente classificada. Os problemas dos demais não me dizem respeito e nem sou a pessoa mais adequada para falar sobre".

Futebol