PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Técnico do PSG diz que não discute futuro com Neymar: "É nosso jogador"

REUTERS/Charles Platiau
Imagem: REUTERS/Charles Platiau

João Henrique Marques

De Paris, em colaboração para o UOL

19/10/2018 11h02

O treinador do Paris Saint-Germain, Thomas Tuchel, não se alongou ao falar sobre a possibilidade ventilada pela imprensa espanhola de Neymar voltar ao Barcelona. Ao ser questionado sobre o tema pela primeira vez, o técnico alemão afirmou que esse não é um assunto entre eles.

"Não sei o que ele vai fazer no verão de 2019. É nosso jogador, tem contrato, e não tenho motivo para falar com ele sobre isso", disse Tuchel em entrevista coletiva concedida na tarde desta sexta-feira no PSG.

Nesta sexta-feira, o vice-presidente do Barcelona, Jordi Cardoner, também se manifestou sobra a notícia veiculada primeiramente pelo jornal "Mundo Deportivo". Ele lembrou que a decisão de deixar o clube partiu de Neymar e disse que um eventual retorno jamais foi tratado pela cúpula da direção.

Folga para Neymar

Grande parte da entrevista de Tuchel girou em torno das folgas concedidas aos jogadores. Neymar, Marquinhos e Meunier não encaram o Armiens, sábado, no Parque dos Príncipes, e só voltam aos treinos na segunda-feira.

A folga aos brasileiros foi concedida por Tuchel considerar os jogos da seleção brasileira na Arábia Saudita como exaustivos. Além deles, o belga Meunier também ganhou dias de descanso.

"Neymar, Marquinhos e Meunier fizeram jogos pesados com suas seleções. Não tiveram minutos de descanso e como todos já haviam ganhando folgas, isso era necessário. Penso que assim evitamos grande riscos de lesões, pois o cansaço deles é grande", destacou o técnico.

Em outro momento, Tuchel ainda explicou que as folgas foram concedidas como um prêmio pelas vitórias seguidas contra Nice (3 a 0), Estrela Vermelha (6 a 1) e Lyon (5 a 0).

"Conversei com Thiago Silva e Di Maria antes do jogo contra o Nice para comunicar ao grupo de que se tivéssemos bons jogos e vitórias nessa sequência todos seriam recompensados com folgas", destacou Tuchel

Futebol