PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Genaro inicia campanha no Palmeiras e ataca Galiotte por diminuir Paulista

Genaro Marino é o candidato da oposição à presidência do Palmeiras - Diego Padgurschi / Folhapress
Genaro Marino é o candidato da oposição à presidência do Palmeiras Imagem: Diego Padgurschi / Folhapress

Do UOL, em São Paulo

19/10/2018 18h41

Candidato da oposição à presidência do Palmeiras nas eleições de novembro, Genaro Marino deu a "largada" em sua campanha nesta sexta-feira (19) com críticas ao atual mandatário, Maurício Galiotte, que vai tentar a reeleição. Para Genaro, que se elegeu como vice de Galiotte em 2016, o presidente errou ao voltar a diminuir a importância do Campeonato Paulista para o clube.

"Ao ao dizer que o Campeonato Paulista é 'pequeno', Maurício Galiotte mostrou mais uma vez que não conhece a história do Palmeiras. Algumas das nossas maiores glórias foram o que ele agora chama de Paulistinha. Ou ele se esqueceu do tamanho da vitoria sobre nossos rivais em 1993? Ou do ataque de cem gols, em 1996? Ou do gol de Ronaldo, em 1974?", disse Genaro, em texto que será publicado em suas redes sociais.

"Infelizmente, nosso atual presidente não tem estatura para ocupar a cadeira em que está, nem tem a dimensão do que pensa o nosso torcedor. Queremos sim a Libertadores, o Mundial, o Brasileiro. Independentemente do que absurdo da final deste ano, queremos ganhar o Paulista também. Desmerecer o maior Estadual do país, taça que já levantamos 22 vezes, é desmerecer nosso passado e nossos heróis", completou.

As críticas de Genaro vieram na esteira de declarações de Galiotte à Rádio Jovem Pan. Rompido com a Federação Paulista de Futebol (FPF), o presidente do Palmeiras anunciou que não irá ao sorteio do Campeonato Paulista de 2019 na próxima terça-feira (23) e voltou a minimizar a competição, como já havia feito após a final deste ano, em que o Corinthians foi campeão nos pênaltis com polêmica de arbitragem.

"Para o projeto do Palmeiras, (o Paulista) é um campeonato pequeno. Por isso eu disse aquilo ao torcedor. Temos que trabalhar em outras frentes", disse Galiotte.

O Palmeiras tentou impugnar na Justiça a final do Campeonato Paulista de 2018 alegando que houve interferência externa a favor do Corinthians na arbitragem. Após tanto o Tribunal de Justiça Desportiva de São Paulo (TJD-SP) quanto o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) negarem o pedido, o clube encerrou o caso por considerar que sua missão havia sido cumprida.

Futebol