PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Roque Júnior pede calma com Paquetá no Milan: "vai explodir em dois anos"

Roque Júnior fez parte do elenco que venceu a Juventus na final da Liga dos Campeões de 2003 - Claudio Villa-Grazia Neri/Getty Images
Roque Júnior fez parte do elenco que venceu a Juventus na final da Liga dos Campeões de 2003 Imagem: Claudio Villa-Grazia Neri/Getty Images

Do UOL, em São Paulo (SP)

18/10/2018 15h28

Com passagem pelo Milan entre 2000 a 2004, o ex-zagueiro brasileiro Roque Júnior pediu calma aos torcedores do Milan em relação a última contratação da equipe, o meia Lucas Paquetá, do Flamengo. 

“Ele é um belo jogador. Em perspectiva, vai explodir em dois ou três anos. Difícil ser titular imediatamente do Milan. Precisamos dar tempo para se adaptar. É preciso deixar o Brasil para trás e pensar na nova realidade na Itália, que é diferente, e não fazer comparações entre os dois países. Ele tem que aprender a língua imediatamente para poder se comunicar”, disse o ex-jogador em entrevista ao jornal italiano Gazzetta dello Sport.

O zagueiro pentacampeão na Copa do Mundo de 2002 conquistou pelo Milan uma Liga dos Campeões, uma Copa da Itália e uma Supercopa Europeia.

Após deixar o futebol, Roque Junior tentou a vida como técnico. Teve passagens por clubes como XV de Piracicaba e Ituano.

Atualmente é gerente de futebol da Ferroviária, equipe do interior de São Paulo. Porém, na entrevista deixou claro que não sabe quais são os próximos passos da sua vida fora dos gramados: “Eu ainda não escolhi o meu caminho definitivo”.

Futebol