PUBLICIDADE
Topo

Futebol

São Paulo decide rescindir contrato de Régis por causa de problema pessoal

Bruno Grossi e José Eduardo Martins

Do UOL, em São Paulo

03/10/2018 13h19

Régis não integra mais o elenco do São Paulo. O clube decidiu rescindir o contrato do lateral direito, que não treina desde a semana por causa de problemas particulares, a informação foi publicada pelo Globo.com e confirmada pelo UOL Esporte. O jogador tinha vínculo com o clube até abril de 2019, e deve ser amparado pelo Tricolor para se recuperar das questões pessoais que o afastaram do CT da Barra Funda.

Contratado em abril após se destacar pelo São Bento, no Campeonato Paulista, ele já ficou afastado do Morumbi entre junho e julho por problemas pessoais. Desta vez, o clube considerou melhor tirá-lo do elenco, pois a inconstância do jogador no trabalho acabava atrapalhando o dia a dia da equipe.

Os problemas particulares são considerados graves e o São Paulo prestou toda ajuda necessária durante o primeiro período de afastamento. O atleta voltou a treinar aos poucos, recuperou a forma física afetada pela parada e até conseguiu voltar a jogar em bom nível, inclusive sendo decisivo para o time buscar empate por 1 a 1 com o Fluminense no Morumbi, com um jogador a menos.

A diretoria não abre o tipo de problema enfrentado por Régis. Aos 29 anos, o lateral direito já passou por 17 clubes na carreira, que teve no São Paulo seu ápice.

Sem Régis, o técnico Diego Aguirre deve precisar criar soluções para a lateral, que atualmente só conta com Bruno Peres. Araruna costuma ser improvisado por ali, mas está lesionado. Rodrigo Caio e Robert Arboleda já fizeram a função, assim como Hudson. Nos treinos, os garotos da base Carlinhos, Gilson e Tuta já foram observados.

Futebol