PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Artilheiro no Uruguai, Terans quer se firmar, mas não tem chances no Galo

David Terans, meia-atacante do Atlético-MG, tenta se firmar na equipe de Thiago Larghi - Bruno Cantini/Divulgação/Atlético-MG
David Terans, meia-atacante do Atlético-MG, tenta se firmar na equipe de Thiago Larghi Imagem: Bruno Cantini/Divulgação/Atlético-MG

Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte

29/09/2018 04h00

Badalado pelo futebol apresentado no Danubio, do Uruguai, David Terans ainda não teve oportunidades para engrenar com a camisa do Atlético-MG.

Terceiro mais acionado dentre os reforços contratados para o segundo semestre, atrás somente de Yimmi  Chará e José Welison, o uruguaio que custou 1 milhão de euros (R$ 4,65 mi na cotação atual) aos cofres do Galo teve pouco tempo em campo. Foram apenas 203 minutos nos nove jogos que ele disputou.

O gringo foi utilizado como titular apenas no triunfo sobre o Paraná por 2 a 0 no estádio Independência, pela 15ª rodada do Brasileirão. Na ocasião, porém, foi substituído pelo jovem Bruno Roberto após 76 minutos em campo. Nos demais jogos, ele foi acionado como suplente. Em três ocasiões, ele entrou já nos acréscimos. Nos duelos com Internacional, Corinthians e São Paulo.

Apesar das poucas chances na Cidade do Galo, Terans vem de boas atuações pelo Danubio, do Uruguai. No período em que defendeu a equipe de Montevidéu, se destacou por gols e assistências. Foram 14 bolas na rede e seis passes em 1907 minutos.

Mas por que um jogador que acumula bons números não é utilizado pelo técnico Thiago Larghi? O treinador tentou se explicar em sua entrevista coletiva.

"Ele vem de um processo de adaptação. É natural. O jogador vem de outro país, de outro tipo de competição. E ele ainda jogava em outro sistema, a adaptação para ele é diferente. Vejo de forma muito natural. É um jogador sério, vestiu a camisa, tem a característica do clube. É trabalhador, aguerrido. É um jogador que a gente conta para frente", comentou.

Segundo maior investimento da diretoria na janela do segundo semestre, atrás somente de Yimmi Chará, que custou US$ 6 milhões (R$ 22,2 mi à época), David Terans não esconde o seu desejo de entrar em campo com mais frequência.

"O Thiago Larghi vem me utilizando, não comecei muitas partidas, apenas contra o Paraná, mas fiquei feliz pelos minutos que tive. Quero jogar porque cheguei ao clube com muita gana de brindar muito o Atlético e acredito que vai ser assim, que venho me adaptando da melhor maneira", comentou.

David Terans, de 24 anos, tem contrato com o Atlético-MG até 30 de junho de 2023. O atleta custou 1 milhão de euros ao Galo e pertencia ao Clube Atlético Rentistas antes de se mudar para a capital mineira.

Futebol