PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Fisco espanhol retira acusação de fraude fiscal contra James Rodríguez

AP/Christof Stache
Imagem: AP/Christof Stache

Do UOL, em São Paulo

18/09/2018 16h16

A Receita Federal da Espanha retirou a acusação de fraude fiscal contra James Rodríguez, de acordo com o jornal "El Mundo". O órgão cobrava 11,6 milhões de euros (R$ 55,9 milhões) do jogador do Bayern de Munique pelo exercício fiscal de 2014.

O Fisco transformou a acusação em discrepância tributária. Com isso, James precisará pagar apenas os 4 milhões de euros (R$ 19,2 milhões) que haviam sido deixado de pagar na declaração daquele ano.

A acusação inicial afirmava que James havia cometido fraude fiscal nos mesmos moldes de Cristiano Ronaldo. O atacante português entrou em acordo para pagar 18,8 milhões de euros e aceitar uma pena de dois anos de prisão. Como na Espanha uma condenação de dois anos ou menos pode ser revertida em multa, ele se livrou do cárcere.

2014 foi o ano em que James Rodríguez se transferiu para o Real Madrid. Atualmente, o meia está emprestado ao Bayern de Munique.

Futebol