PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Tuchel defende Neymar como meia no PSG: "Ele tem a 10 na camisa"

CHRISTIAN HARTMANN/REUTERS
Imagem: CHRISTIAN HARTMANN/REUTERS

João Henrique Marques

Do UOL, em Paris

31/08/2018 05h34

O treinador Thomas Tuchel explicou o novo posicionamento de Neymar no Paris Saint-Germain. O brasileiro passou a jogar como meia no time francês e a justificativa para a mudança foi além da questão tática: “Ele tem a 10 na camisa”.

“Ele é muito ofensivo e vai continuar sendo. Só que ele não tem nenhum problema de jogar pelo meio campo, seja com dois ou três atacantes”, avisou Tuchel, em entrevista coletiva na manhã desta sexta-feira, em Saint-Germain

“Neymar tem muita possibilidade para jogar de lado de campo e no meio também. É muito importante ter os 4 em campo (Neymar, Di Maria, Cavani e Mbappé), e vamos ter que buscar estruturas a cada semana”, concluiu.

No último jogo, a vitória por 3 a 1 diante do Angers, Neymar atuou como meia por trás do trio de atacantes, Di Maria, Cavani e Mbappé. Foi a terceira vez em quatro jogos, que o brasileiro teve a função em campo.

Na única vez que passou todo o jogo sem atuar como meia, o brasileiro foi centroavante. Isso aconteceu no triunfo por 3 a 0 diante do Caen, na estreia do Campeonato Frances. A explicação na ocasião, no entanto, foi física.

“Neymar não está 100% e encontramos uma solução em campo para isso”, disse Tuchel.

Futebol