PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Ronaldo pede que Conmebol siga Uefa por mais profissionalismo

Bruno Grossi/UOL
Imagem: Bruno Grossi/UOL

Bruno Grossi

Do UOL, em Mônaco

30/08/2018 08h31

Nesta quinta-feira, a Uefa organiza o sorteio da Liga dos Campeões da temporada 2018/19. E em uma das ativações do evento em Mônaco envolveu o lançamento da parceria com o Santander, cujo garoto-propaganda é Ronaldo. O Fenômeno aproveitou entrevista coletiva para fazer uma discreta cobrança à Conmebol, que também conta com o patrocínio do banco espanhol.

"Se a Conmebol puder seguir o exemplo da Uefa seria ótimo para o futebol sul-americano. Os países do continente passam por muitos problemas sociais e o futebol é muito importante para as pessoas. Ontem (quarta-feira) tiveram jogos muito importantes da Libertadores e hoje só se falam deles. É preciso valorizar isso", disse o ex-jogador.

A declaração vem em um momento em que a Conmebol está no centro de uma polêmica na Copa Libertadores por causa da punição ao Santos pela escalação de Carlos Sánchez nas oitavas de final contra o Independiente. O time brasileiro foi declarado perdedor por 3 a 0 da partida na Argentina - que terminou 0 a 0 dentro de campo -, o que acabou decidindo sua eliminação no torneio.

Ronaldo também aproveitou para fazer uma projeção para esta edição da Liga dos Campeões. Perguntado por um jornalista espanhol sobre se torceria para Barcelona ou Real Madrid, o astro não hesitou.

"Sou muito mais torcedor do Real Madrid, muito mais. E acho que o time é bem mais forte, como se mostrou nos últimos três anos. Acredito que o Real está à frente ainda", apostou.

Futebol