PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Leco ironiza eliminação do Corinthians na Libertadores: "Aderiu ao Santos"

Reprodução/ESPN
Imagem: Reprodução/ESPN

Do UOL, em São Paulo

30/08/2018 17h52

O presidente do São Paulo Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, aproveitou uma pergunta sobre união dos clubes paulistas, nesta quinta-feira (30), para ironizar a eliminação do rival Corinthians da Copa Libertadores.

"Acho que não falta união aos clubes paulistas", afirmou o dirigente tricolor, tratando do caso envolvendo Santos e Conmebol nesta semana. "E o Corinthians ontem [quarta-feira] mostrou o quanto deseja esta união porque aderiu ao Santos e saiu da Libertadores. Essa é uma piada de hoje, que não é minha mas acabaram de me contar", riu Leco.

A declaração foi dada na sede da Federação Paulista de Futebol (FPF), onde o mandatário são-paulino estava para a eleição do presidente da entidade - Reinaldo Carneiro Bastos foi o vencedor.

Falando sério sobre a questão envolvendo o Santos na Conmebol, Leco negou que falte união aos rivais do estado de São Paulo. "Não sei se é o caso de analisar esta questão de união dos clubes paulistas, porque ela realmente existe", defendeu. "É uma circunstância triste e lamentável de um time de grandeza e tradição como o Santos, mas eu não tenho elementos para poder abordar o tema em sua profundidade", resumiu.

Leco se refere à punição sofrida pelo Santos, que deve decretada pela Conmebol uma derrota por 3 a 0 contra o Independiente (ARG), nas oitavas de final da Copa Libertadores. Tal decisão se deu pela escalação irregular do volante Carlos Sánchez na primeira partida, que originalmente havia sido 0 a 0 mas acabou mudando de resultado. No jogo de volta, na última terça (28), o time brasileiro não conseguiu reverter a desvantagem e acabou eliminado.

Futebol