PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Henry relembra passagem pelo Barça de Guardiola: 'Reaprendi a jogar aos 30'

Francês elogiou atenção de treinador aos detalhes - Gustau Nacarino/Reuters
Francês elogiou atenção de treinador aos detalhes Imagem: Gustau Nacarino/Reuters

Do UOL, em São Paulo

29/08/2018 14h39

Thierry Henry chegou ao Barcelona em 2007, após passagens por Monaco, Juventus e Arsenal. Pelos primeiros clubes, conquistou o Campeonato Francês (1997), o Campeonato Inglês (2002 e 2004) e foi vice na Liga dos Campeões da Europa (2006), entre outros resultados de destaque.

No clube espanhol, porém, Henry reaprendeu a jogar futebol. É o que ele mesmo garantiu em entrevista ao canal de TV britânico Sky Sports.

“Eu aprendi a jogar futebol de novo aos 30 anos”, disse Henry. “Depois do que eu alcancei por Arsenal, Monaco, Juventus – ainda que por um período breve – e também em nível internacional, eu vi o jogo, de repente, de uma maneira diferente: entendendo espaços, entendendo o fato de ficar em sua posição, entendendo que você tem que dar 100% por tudo. Mesmo quando a gente parava para tomar água nos treinos, você precisava correr, beber, correr de novo”, completou.

Em seus elogios, Henry - que deixou o clube em 2010 para jogar nos EUA - fez menção especial ao técnico Pep Guardiola, com quem trabalhou no Barça. Principalmente à atenção do treinador a detalhes.

“Guardiola é muito esperto, e isso às vezes cria problemas. Ele vê muitas coisas que quer corrigir e mudar. Ele poderia mudar de táticas às vezes cinco vezes em um tempo”, contou Henry, explicando o que Guardiola propunha em campo.

“Se você ficasse entre o lateral direito e o zagueiro, e Sam (Eto’o) ou eu fizéssemos a mesma coisa do outro lado, de repente você segurava quatro jogadores. Com Samuel Eto’o correndo por trás, e Xavi e Iniesta abertos na bola, Messi com espaço, então você morre ou morre”, completou.

Para Henry, o grande mérito de Guardiola no Barcelona era deixar claro aos jogadores o que queria em campo. “É como se eu dissesse a você ‘encontre-me em Londres’ e não desse a você o endereço. Apenas ‘encontre-me em Londres’. Se você for esperto, pode me encontrar. Mas Pep te dá o GPS, o endereço, o carro e tudo”, comparou.

Futebol