PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Bota tem pausa na maratona e Zé festeja raro período livre de treinos

Zé pode trabalhar equipe do Botafogo com mais calma - VITOR SILVA/SSPRESS/BOTAFOGO
Zé pode trabalhar equipe do Botafogo com mais calma Imagem: VITOR SILVA/SSPRESS/BOTAFOGO

Leo Burlá

Do UOL, no Rio de Janeiro

27/08/2018 04h00

Recém-chegado ao Botafogo, Zé Ricardo sentiu na pele o preço de pegar um trabalho no meio do caminho. Do dia 12 de agosto para cá, o treinador dirigiu sua equipe em nada menos que cinco ocasiões, com duas vitórias, um empate e duas derrotas.

Após o 2 a 0 diante do Sport, no entanto, o alvinegro terá uma rara semana livre para colocar o seu tempero na receita botafoguense. Sem compromissos no meio da semana, Zé Ricardo e seu time só voltam a campo contra o Grêmio, sábado, 16h, na Arena.

A folga na maratona será importante para recuperar jogadores importantes que estão lesionados, casos de Jefferson, Gatito, Lindoso e Kieza.

Ciente de que ter o grupo inteiro é um dos ingredientes mais fundamentais para o sucesso no Campeonato Brasileiro, Zé entende que o Botafogo pode almejar uma posição melhor ao final da competição.

"A gente vê um grupo embolado lá em cima na tabela. Nossa realidade é jogo a jogo", disse Zé, que elogiou o elenco que tem em mãos:

"É um grupo muito receptivo, que sabe de suas limitações e de suas qualidades. Eles têm demonstrado uma abertura grande para que a gente se entrose cada dia mais".

Futebol