PUBLICIDADE
Topo

Futebol

O que Doni tem a ver com a ida de Alisson ao Liverpool

Matthew Lewis/Getty Images
Imagem: Matthew Lewis/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

26/08/2018 13h16

Doni ficou uma temporada e jogou apenas quatro partidas pelo Liverpool, mas de alguma forma ele tem relação com o brasileiro que agora defende a meta do clube. 

Desde sua saída, Doni seguiu em contato com seu preparador na Inglaterra, John Achterberg. Segundo o jornal local Liverpool Echo, em 2013, ele o avisou sobre um jovem que despontava nas categorias de base de outro time vermelho.

"John, você tem que manter um olho sobre esse garoto do Internacional. Ele vai ser especial", alertou Doni, se referindo a ninguém menos do que Alisson Becker, que à época tinha 20 anos.

Assim como Alisson, Doni também foi contratado pelo Liverpool após defender a Roma. Mas ele acredita que as semelhanças param por aí. "Alisson chega em um momento diferente do que o meu em 2011, porque o clube precisa muito de um goleiro, o que era diferente de quando eu fui contratado. Cheguei sabendo que jogaria pouco no primeiro ano, já que o Pep Reina era o titular, com história de seis anos no clube. Mas se não tivesse aparecido o problema comigo, eu teria jogado mais, que foi o que aconteceu com o Brad [Jones], o terceiro goleiro da época", explicou Doni, em entrevista o UOL Esporte, no começo do mês.

Anunciado, Alisson Becker posa com a camisa do Liverpool pela primeira vez - Andrew Powell - Andrew Powell
Imagem: Andrew Powell

"Até hoje falo com o John, excelente profissional e grande ser humano", declarou Doni. "O Alisson está no caminho certo, já tem bastante experiência. Como viverá um novo estilo de futebol, é só ele se apoiar no John que a adaptação será mais rápida."

Ao Liverpool Echo, Jurgen Klopp classificou John Achterberg como "um louco por goleiros". "Ele está trabalhando constantemente. Não importa quão cedo eu chego em Melwood [centro de treinamento do Liverpool], eu subo as escadas e ele já está lá, sentado com seu laptop assistindo goleiros do outro lado do mundo."

Reserva do polonês Wojciech Szczesny na Roma, em 2016/17, Alisson se destacou na última temporada, quando assumiu a titularidade. Seu nome começou a ser especulado em Liverpool na janela de inverno. Ao final da temporada, os ingleses chegaram a desistir do negócio, depois de a diretoria italiana pedir cerca de 90 milhões de libras (R$ 474 milhões, na cotação atual).

Após negociações, os romanistas abaixaram o preço, chegando a 75 milhões de libras (R$ 395 milhões). Por fim, o negócio foi fechado em 65 milhões de libras (R$ 342 milhões), sendo 56 milhões (R$ 295 milhões) garantidos e 9 milhões (R$ 47 milhões) em pagamentos de bônus por desempenho. 

Futebol