PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Vasco se reúne por novo treinador com "alguns nomes que agradam" Campello

Valdir Bigode comandou o Vasco interinamente no empate em 1 a 1 com o Ceará - Thiago Ribeiro/AGIF
Valdir Bigode comandou o Vasco interinamente no empate em 1 a 1 com o Ceará Imagem: Thiago Ribeiro/AGIF

Bruno Braz

Do UOL, no Rio de Janeiro

21/08/2018 13h24

Após cumprir as solenidades referentes aos 120 anos do Vasco, o presidente do clube, Alexandre Campello, volta suas atenções para o futebol que vive situação delicada no Campeonato Brasileiro, ocupando a 15ª colocação e estando a apenas um ponto da zona de rebaixamento. O mandatário informou que terá uma reunião com o comitê gestor ainda nesta terça para avaliar possíveis nomes para o cargo de treinador.

"Já disse lá atrás que não estava conversando com nenhum treinador, íamos observar. Hoje vamos ter uma reunião com o diretor-executivo (Alexandre Faria) e com outros membros da comissão técnica. Vamos analisar a situação com tranquilidade e, a partir daí, tomaremos uma decisão", disse após a homenagem da Alerj ao Cruzmaltino.

Após tentar sem sucesso contratar Abel Braga - que apresentou as mesmas questões particulares que havia dado a Palmeiras e Santos para descartar -, a diretoria não chegou a um consenso sobre outro nome e resolveu dar um voto de confiança ao auxiliar-técnico Valdir Bigode, que goza de prestígio com o elenco.

O interino, não entanto, não teve uma boa avaliação no empate em 1 a 1 com o Ceará, nesta segunda (20), em São Januário, o que fez os dirigentes novamente voltarem os holofotes para o mercado.

Os nomes de Jair Ventura, Alberto Valentim, Vanderlei Luxemburgo, Roger Machado e Levir Culpi são os mais falados nos corredores do clube, mas nenhum contato ainda foi feito com o trio.

"Há alguns nomes que agradam, mas ainda precisa ser definido. Não existe um consenso", disse Campello.

Como já há um novo jogo nesta quinta-feira, contra o Atlético-MG, em Belo Horizonte (MG), a tendência é a de que o Vasco seja novamente comandado interinamente por Valdir.

O clube demitiu o técnico Jorginho no último dia 13.

Futebol