PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Corinthians acerta com indiciado por agressão horas após ação feminista

Reforço do sub-20 do Corinthians, Juninho tem histórico de problemas - Mauro Jefferson/Ceará
Reforço do sub-20 do Corinthians, Juninho tem histórico de problemas Imagem: Mauro Jefferson/Ceará

Do UOL, em São Paulo

07/08/2018 20h34

Horas após orientar sua torcida a denunciar casos de violência contra a mulher, o Corinthians anunciou a contratação de um atleta indiciado por agredir e ameaçar uma mulher com uma faca. Nesta terça-feira (7), o Sport revelou via nota oficial o empréstimo do atacante Juninho ao time do Parque São Jorge, que reforça sua equipe sub-20 e tem opção de compra ao final de 2019. Segundo apurou o UOL Esporte, o clube alvinegro está apalavrado com o reforço.

Juninho, de 19 anos, tem um histórico de problemas disciplinares, além do envolvimento em um caso de polícia. Ele foi detido em outubro de 2017 por agressão a uma ex-namorada, com a qual esteve por cinco meses. Ela o acusa de tê-la trancado em um apartamento, no qual a teria espancado e ameaçado com uma faca. Segundo seu testemunho, Juninho teria dito que suas alternativas eram continuar com ele ou morrer. O jogador pagou R$ 10 mil em fiança e aguarda julgamento em liberdade.

O caso aconteceu no mês de outubro, quando o autuado pagou a fiança após a detenção. Semanas depois, a denúncia foi acolhida pela Justiça por meio da 3ª Vara de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher de Recife. Em março, foi marcada para 10 de dezembro uma audiência de instrução, na qual a Justiça ouvirá a vítima, as testemunhas arroladas na denúncia e o depoimento de Juninho, o acusado.

O acerto do jogador com o Corinthians se dá horas após o clube repudiar a violência contra a mulher em suas redes sociais. Mais cedo, o perfil oficial corintiano no Twitter orientou seus torcedores a denunciar casos do tipo, por ocasião do aniversário de 12 anos da Lei Maria da Penha.

Problemas também em campo

Dentro de campo, Juninho chegou a ser afastado pelo técnico Nelsinho Baptista em fevereiro deste ano, após ter se reapresentado ao Sport 5kg acima do peso. O estopim foi uma negativa de Juninho, que se recusou a viajar com o elenco para uma partida da Copa do Brasil. Em baixa no time pernambucano, foi emprestado ao Ceará em abril, um acordo que acabou rompido para que o atleta acertasse com o Corinthians.

Juninho chegou ao Sport em 2015, contratado como reforço do sub-17, e assinou contrato profissional já no ano seguinte. Convocado para a seleção brasileira sub-20 em 2017, disputou três partidas com a camisa canarinho. Fez sete gols em 37 jogos na equipe principal do time pernambucano, tendo como fase mais regular o Campeonato Brasileiro do ano passado.

O jogador já havia sido oferecido ao Corinthians em 2016, época em que o Sport tinha interesse no centroavante André, mas a negociação não avançou na ocasião.

Torcedores criticam contratação

Internautas relembram campanha "Respeita as minas"

Em março deste ano, o Corinthians criou a campanha "Respeita as Minas" em homenagem ao Dia Internacional da Mulher. O movimento não pedia apenas o fim da violência contra a mulher, mas reiterava a importância de respeitar o espaço de torcedoras e jogadoras.

A equipe alvinegra chegou a jogar com o nome da campanha estampado na camisa, no espaço destinado aos patrocinadores máster. Na ocasião, os atletas também gravaram o vídeo acima (que foi lembrado por internautas após a contratação de Juninho) em apoio à campanha.

Futebol