PUBLICIDADE
Topo

Futebol

"Sempre disse à família que iria jogar no Fla", diz Vitinho em apresentação

Atacante Vitinho é apresentado pelo Flamengo no Ninho do Urubu - Gilvan de Souza/Flamengo
Atacante Vitinho é apresentado pelo Flamengo no Ninho do Urubu Imagem: Gilvan de Souza/Flamengo

Do UOL, no Rio de Janeiro

30/07/2018 13h23

Após ser apresentado à torcida do Flamengo neste domingo, no intervalo da partida contra o Sport no Maracanã, o atacante Vitinho concedeu uma entrevista coletiva no Ninho do Urubu no início da tarde desta segunda-feira. Sorridente, o jovem de 24 anos vestiu a camisa rubro-negra e falou sobre o sonho de infância em defender o clube.

“É um sonho de moleque de verdade. Sempre dizia para a família que um dia iria jogar no Flamengo e, graças a Deus, esse dia chegou. Estou podendo realizar esse sonho e sei o que a torcida sente por ser flamenguista. Estou louco para estrear e extravasar”, disse em suas primeiras palavras.

Questionado sobre o sentimento que teve no primeiro contato com os mais de 58 mil rubro-negros no Maracanã, Vitinho confessou emoção:

"Foi incrível a recepção. Não tive nem palavras. Não conseguia nem chorar mais, pois já tinha chorado tudo que tinha para chorar. Não tenho palavras para explicar a sensação que eu tive".

Vitinho assina contrato até 2022 com o Flamengo - Gilvan de Souza/Flamengo - Gilvan de Souza/Flamengo
Vitinho assina contrato até 2022 com o Flamengo
Imagem: Gilvan de Souza/Flamengo

Vitinho também lembrou do posicionamento que teve que adotar com o CSKA (RUS) para ser liberado. Ele fez um pedido pessoal à diretoria pois os russos, a princípio, não queriam cedê-lo mesmo com uma proposta de R$ 43 milhões em mãos.

"No momento final da negociação, me posicionei para o CSKA sobre a importância deste momento, que era um sonho de criança. Eles ficaram um pouquinho chateados, mas entenderam o sentimento e a realização do que isso era para mim", disse. 

O Flamengo já o regularizou e ele pode ficar a disposição do técnico Mauricio Barbieri para o jogo desta quarta-feira, contra o Grêmio, em Porto Alegre (RS), pelas quartas de final da Copa do Brasil. O atacante está em forma e vinha atuando na Rússia.

"Tem a dificuldade de um jogo de mata-mata, um jogo de campeonato, mas estou com tanta vontade de jogar que, por mim, entrava logo", declarou.

Futebol