PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Nilmar não define futuro, mas esfria retorno ao Inter: "Vivo outro momento"

Nilmar concede entrevista coletiva em chegada de evento de D"Alessandro - Marinho Saldanha/UOL
Nilmar concede entrevista coletiva em chegada de evento de D'Alessandro Imagem: Marinho Saldanha/UOL

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

30/07/2018 20h36

Nilmar não definiu ainda se irá ou não se aposentar. Mas ao mesmo tempo esfriou a possibilidade de voltar ao Internacional. Nesta segunda-feira (30), no evento que comemora os 10 anos de D'Alessandro no clube, o atacante falou pela primeira vez sobre tal possibilidade.

"Na verdade é a primeira vez que falo em público após tanto tempo. Não tem nada de Internacional, tenho um carinho muito grande pelo clube, contato com presidente e todos, mas estou em outro momento da carreira, muito tempo sem jogar, dúvidas se continuo, sigo, paro, são 20 anos neste meio e estou vendo um outro lado agora. Vivendo mais com minha família. Tive três passagens pelo Inter, fui feliz aqui, vitorioso, mas hoje quero dar abraço no amigo D'Ale que tem uma causa mais importante que é ajudar o próximo", afirmou.

Nilmar não joga desde sua passagem pelo Santos. Na ocasião, disputou apenas duas partidas e se afastou do clube alegando depressão. O atacante se diz recuperado, está treinando, mas ainda em dúvida sobre seguir jogando ou não.

"Converso com a direção, Marcelo (Medeiros), Melo (Roberto). Conversamos sobre futebol. Muito empresário me liga, vendo a oportunidade de retornar a carreira. Mas não tem nada de Inter. Tem que ficar claro para o torcedor. Eu não tenho rede social, mas chega até mim tudo isso. No momento, sinceramente, não penso em voltar a jogar futebol. Quando eu pensar e estar disposto a pagar este preço, e foram 20 anos neste meio, tem que estar disposto, e eu tive três meses muito complicados, retomar... E agora eu dou valor a família, tenho ficado mais com eles e tendo final de semana, coisa que nunca tive", afirmou.

No entanto, o tom jamais foi definitivo. Nilmar irá avaliar, sem data definida, se irá retomar a condição de atleta. Hoje ele tem 34 anos e precisaria passar por um longo processo de retomada.

"Não cheguei a pensar sobre isso. Eu me pergunto. Às vezes estou vendo um jogo e tenho vontade de voltar. Tenho 34 anos, isso é normal. Tem dias que dá, tem dias que estou com meus filhos, podendo levar no colégio, algo que nunca consegui fazer na vida, hoje consigo. Tenho essa dúvida, numa situação financeira e familiar bem feito. O que eu decidir, estarão comigo. O mais importante é a saúde hoje em dia e não tenho isso definido, não", completou.

O carinho da torcida, porém, é importante. Nilmar pondera isso na hora de fazer uma avaliação sobre o futuro. E talvez pela pressão dos colorados pedindo seu retorno é que evite um tom mais definitivo.

"Eu sempre fui grato. Foi aqui que começou tudo, minha trajetória pessoal e profissional, é a cidade que quero morar. Nem uma semana que eu voltei a Porto Alegre, ainda estou arrumando a casa e já começaram os boatos sobre voltar ao Inter. É importante, mexe comigo, sou ser humano, penso em reviver estes momentos, mas hoje vivo em outro momento da vida. Contribuí com o Inter o máximo que eu pude. Hoje é difícil pensar que eu possa dar o retorno que eles esperam. O Inter vive outro momento, eu vivo outro momento. Não posso dar esperança ao torcedor. Eles sempre estiveram do meu lado. Se eu decidir não jogar mais, o Inter estará no meu coração e sou muito grato por tudo" finalizou.

Futebol