PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Torcida do Botafogo invade reunião do conselho e clima esquenta na sede

Marcello Dias/Futura Press/Estadão Conteúdo
Imagem: Marcello Dias/Futura Press/Estadão Conteúdo

Bruno Braz

Do UOL, no Rio de Janeiro

25/07/2018 20h38

O protesto marcado para as 18h desta quarta-feira (25), que contou com membros de organizadas e de grupos políticos do Botafogo, terminou em muita confusão na sede de General Severiano, no Rio de Janeiro.

Aproveitando-se da reunião do Conselho Deliberativo que aconteceria no local, um grupo de cerca de 100 pessoas invadiu o local, derrubou cadeiras e quebrou algumas vidraças, fazendo com que a assembleia entre os dirigentes fosse suspensa.

O presidente do conselho, Jorge Aurélio Domingues, precisou ser amparado por seguranças particulares para deixar a sede.

Bombas do lado de fora

Antes da invasão, os envolvidos no ato cantavam músicas de protesto e tinham como auxílio um carro de som, onde algumas figuras conhecidas da política alvinegra - e que hoje integram a oposição - palestravam. Algumas bombas foram atiradas, o que causou algumas reações de reprovação pela atitude.

As pessoas que protestaram exigiram, entre outras questões, uma reforma no estatuto e explicações sobre o balanço divulgado, onde se apresenta um superávit com o clube antecipando receitas.

Foram feitas críticas também ao elenco atual e exigências para que o Botafogo volte a disputar títulos de expressão.

O vídeo abaixo, que tem circulado nos grupos de botafoguenses no WhatsApp, foi feito no salão nobre da sede de General Severiano, onde estava acontecendo a reunião.

Futebol