PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Tiros em operação do Exército deixam atletas presos no CT do Fluminense

Leo Burlá e Pedro Ivo Almeida

Do UOL, no Rio de Janeiro

25/07/2018 04h00

A guerra cotidiana no Rio de Janeiro voltou a alterar a rotina do Fluminense. Na manhã do último sábado (21), uma operação do Exército dentro da Cidade de Deus, comunidade situada ao lado do centro de treinamento tricolor, manteve funcionários e jogadores “presos” dentro do local. Os atletas não relacionados para a partida diante do Sport treinavam por lá e, assim como membros da comissão técnica, só tiveram a saída liberada após o confronto armado terminar. Procurada, a assessoria de imprensa do o Fluminense afirmou que o ocorrido não alterou a rotina de funcionários e jogadores. Entre outros incidentes, o clube viveu o maior drama no fim de 2016, quando o espaço foi invadido por homens armados e seguranças ficaram feridos. 

Para ler esta notícia na íntegra, além de outras novidades dos bastidores da bola, acesse a coluna De Primeira.

Futebol