PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Grêmio recusa oferta de R$ 13 milhões do Cagliari por Kannemann

Aos 27 anos, Walter Kannemann é considerado um dos pilares do time do Grêmio - Lucas Uebel/Grêmio
Aos 27 anos, Walter Kannemann é considerado um dos pilares do time do Grêmio Imagem: Lucas Uebel/Grêmio

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

25/07/2018 17h37

O Grêmio recebeu e recusou uma proposta oficial do Cagliari, da Itália, por Walter Kannemann. A oferta foi rechaçada sob o argumento de que o zagueiro é peça-chave no time treinado por Renato Gaúcho. Ainda assim, o clube italiano quer voltar com valor maior em busca de acerto. 

Kannemann, 27 anos, tem contrato com o Grêmio até 2020.

O interesse italiano foi revelado pelo jornalista Gianluca DiMarzio, do canal Sky Sports e confirmado pelo UOL Esporte. A oferta apresentada ao Grêmio foi de 3 milhões de euros (R$ 13 milhões na cotação atual). O clube gaúcho detém 90% dos direitos econômicos do zagueiro ex-San Lorenzo e Atlas-MEX.

Na Itália, Kannemann é visto como um jogador pronto e por isso o interesse deve se manter mesmo com a negativa. Representantes do Cagliari cogitam uma nova proposta em breve. O Grêmio mantém a posição de que o zagueiro não está à venda e descarta possibilidade de acerto.

O assédio ao zagueiro se tornou assunto pouco após a Copa do Mundo. Titular absoluto do Grêmio, Kannemann virou um dos jogadores que mais motiva sondagens de agentes aos dirigentes do Grêmio.

Walter Kannemann chegou a Porto Alegre em julho de 2016 e se tornou titular do Grêmio rapidamente. Na virada do ano, ele acertou ampliação contratual e reajuste salarial. O zagueiro ficou fora dos jogos contra Atlético-MG e Vasco, segundo o clube gaúcho, por conta de virose. Ele deve voltar ao time titular diante do São Paulo, pela 15ª rodada do Brasileirão.

Futebol